WEB RÁDIO JESUS A VIDA

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

COM SUPER SALÁRIO PASTOR VALDOMIRO PEREIRA GANHA MAIS DO QUE OS MINISTROS DO STF E DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA

O que é que Pastor Presidente de Convenção tem que os outros seres normais do sistema solar não possuem...


VALDOMIRO PEREIRA DA SILVA - PRESIDENTE DA CEADEB

Com Super Salário e muita mordomia são a marca da gestão do Pastor Valdomiro Pereira à frente da Magna Convenção CEADEB-ADESAL. Depois da Unificação das Assembléia de Deus na Bahia nada mudou até agora, como diz o adágio: “Tudo como antes no quartel de Abrantes”. Mas PASMEM os senhores, há uma Instituição que grita aos quatro cantos da terra e aos quatro ventos, ser UNA, porém na hora de remunerar seu líder maior e alcaide se fragmenta, se torna duas, ou seja; o mesmo pastor liderando a instituição das Assembléia de Deus na Bahia, ganha DE DUAS FONTES PAGADORAS, um vultuoso salário via ADESAL e outro via CEADEB. 

Pode parecer “legal”, mas, não é nada moral; principalmente em tempos de crise e recessão, onde milhares de cristãos e sociedade como um todo vivem a maior recessão da sua história diga-se de passagem; desta forma é super inconveniente saber que a gordura, as carnes e a lã das ovelhas estão sendo tosquiadas a todo vapor; até porque os valores são pagos de salários são astronômicos. Super Salário acima do teto dos Ministros do STF e STJ o que gera total desaprovação social e debates.

Denúncias, dúvidas e muita insatisfação pairam nos ares assembleianos no Estado da Bahia. O pastor Valdomiro Pereira é alvo de questionamentos internos e externos e por que não? Se a sociedade cobra como um todo por justiça, probidade, legalidade e transparência dos mais diversos setores, principalmente dos que gerem o dinheiro público? Pelo que se sabe um pastor por mais digno que seja no seu ofício nunca poderia por questões éticas justificar que ganha supostamente mais de 40 mil reais sob o pretexto de cuidar do rebanho de Deus. Jesus falou “dai de graça o que de graça recebestes”. A lógica bíblica é que o obreiro é digno do salário, mas que esse salário seja digno e não indigno, fruto de ações nada republicanas, e de conchavos infra partidários como ocorre na surdina e se questiona de forma quase silenciosa.

O pastor por via de regra em algumas situações merecidamente tem direito a prebenda e a outras ajudas extras para execução das suas atividade primárias e factíveis ao ministério de labor e de grande responsabilidade; porém o que se percebe é que existe um abuso proveniente da ausência de controle por parte das autoridades públicas em algumas instituições que são regidas por além da Bíblia livro sagrado da religião cristã, também pela Constituição e Código Civil brasileiro. E daí os desmandos ocorrem. 

Parece que é proibido questionar, existe uma operação abafa e perseguição sumária ao se abrir a boca. Notamos que é um terreno escorregadio a ser permeado; mas necessário. Porém as redes sociais mais uma vez promovem debates e trazem à tona o que antes por questões questionáveis ficaria no: “Vamos Orar irmão”.

Pelo que se sabe apesar das sombras de dúvida, o que é estranho por sinal; uma vez que o presidente de uma instituição principalmente religiosa; têm jurídica e moralmente obrigação de ter seu patrimônio e rendas apresentadas de forma transparente para até não gerar confusão patrimonial entre seus bens pessoais e o da instituição, como também não ocasionar crimes como lavagem de dinheiro e malversação do erário por ele gerido. As coisas não funcionam como nos conformes.

O comportamento financeiro destes líderes está gerando profundas reflexões e a ponta do iceberg começa a aparecer. O pastor Valdomiro Pereira parece estar recebendo aproximadamente entre salários pagos pela ADESAL Assembléia de Deus e CEADEB convenção de Pastores da Bahia a bagatela de aproximadamente 50 mil reais mensalmente entre salários e vantagens. Pelo que se sabe são valores referentes a 20 salários mínimos vigentes no país da ADESAL, o que por si só, já estaria a altura de um piso salarial bastante confortável e até justo, mas o mesmo parece receber mais de 20 salários mínimos da CEADEB em salário pastoral também, injustificado uma vez que não é Onipresente e não são duas personalidades e sim uma só a frente de uma igreja e rebanho. Não é essa a fala: UNIDADE? Além destes SUPER SALÁRIOS existe um famigerado “cartão corporativo” com valores não declarados, e cuja a utilização é “segredo de Estado”, pois nenhum pastor ao ser questionado, apesar de saber da existência do mesmo, contudo não sabe definir o quanto tem de limite e como é utilizado pelo Pastor Valdomiro Pereira e seus auxiliares supostamente. Uma vergonha! Uma lastima, tantos crentes passando necessidade, tantas igrejas com paredes ruindo, sem banheiro para dar dignidade aos seus membros e uma verdadeira farra com o dinheiro de dízimos e ofertas. É preciso questionar sim, é preciso cortar gastos, rever salários, diminuir valores, afinal de contas estamos no Brasil e não na Nova Jerusalém onde pisaremos em ruas de ouro. Vamos acompanhar esses desdobramentos e aguardar esclarecimentos da Mesa Diretora das duas instituições, como também uma retratação do denunciado para que o mesmo explique ao povo de Deus o que é que pastor presidente de Convenção tem que os outros seres normais do sistema solar não possuem.

Estamos numa crise, na esfera federal e estadual ministérios e secretarias estão sendo banidas, agregadas, encolhidas e cargos públicos extintos para diminuir o déficit público, despesas estão sendo cortadas, o supérfluo deixado de lado. O próprio cenário político mostra-nos que a população e os cristãos não querem se submeter ao autoritarismo e desmandos. A Operação Lava Jato despertou uma nação! O Gigante acordou! E como diz a bíblia: Bem-aventurados os que tem fome e sede de justiça pois serão fartos.

Filipe Portto


Postado do Blog Pastores Corruptos do Brasil:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.
Thank you very much for your visit. God bless you.
Большое спасибо за ваш визит. Да благословит вас Бог.
Vielen Dank für Ihren Besuch. Gott segne dich.