WEB RÁDIO JESUS A VIDA

sábado, 8 de setembro de 2018

CRISTÃO DE VERDADE NÃO VOTA EM COMUNISTA

Agora a minha opinião…



Cristão é alguém que segue a Cristo…
E cristão de verdade é alguém que zela pelos princípios bíblicos…
Esse “zelo” deve ser praticado em nosso relacionamento diário com Deus e com o próximo…
Mas também deve se estender a todas as nossas decisões pessoais, inclusive, no tocante as nossas escolhas políticas…
Não podemos contribuir com partidos políticos, que defendem a aprovação (e legalização) de projetos que afrontam as Escrituras Sagradas…
E por este motivo, resolvi fazer esse breve estudo…
E por que um cristão de verdade não vota em comunista?
Pelas razões descritas a seguir…
Inicialmente…
Quando se fala de comunismo, a primeira coisa que me vem à mente é Karl Marx..
E quem era ele?
Karl Marx era um revolucionário socialista, que nasceu em 1818 e morreu em 1883. Ele publicou vários livros durante sua vida, sendo que “O Capital” e “O Manifesto Comunista” são os mais proeminentes…
Então, para entendermos o absurdo do comunismo (promovido pelos partidos de ideologia comunista), temos de avaliar o “legado” de Karl Marx…
Senão, vejamos…
1 – Karl Marx disse que a “religião é o ópio do povo”…
Em primeiro lugar, o que vem a ser o “ópio”?
O ópio é uma droga, utilizada desde o Neolítico, para o alívio de dores e em cerimônias religiosas, alternando seu uso entre o tratamento de doenças e o alcance do “mundo de ilusões” ou do “paraíso”.
Viajando pelo mundo antigo, encontram-se relatos do uso do ópio em praticamente todas as civilizações conhecidas: egípcios, mesopotâmicos, persas, gregos e romanos.
Na civilização grega, o ópio era utilizado em ritos religiosos e também por soldados gregos, em solução com álcool, para banir o medo, tranquilizar e dar coragem aos guerreiros durante as batalhas.
Ao contrário de outros povos, que utilizavam o ópio apenas como analgésico ou durante as cerimônias religiosas, os romanos consideravam-na uma arma, utilizadas em suicídios e assassinatos.
Ou seja, o uso do ópio é algo que já existe na humanidade desde longa data (há muito tempo)…
Além do uso descrito acima, como medicamento (para alívio de dores, tratamento de doenças) e em ritos religiosos, o ópio também pode causar dependência física e psíquica, reduzindo a capacidade de trabalho e provocando enfraquecimento físico.
Em outras palavras, o ópio…
– É uma droga (pode causar dependência)…
– Foi usado como medicamento…
– Tem efeito analgésico…
– Tem efeito tranquilizante…
– Era utilizado para o alívio de dores…
– Era usado em ritos religiosos (para a “vivência de experiências e visões ilusórias”)…
– Era utilizado como arma (em suicídios e assassinatos)…
Uma vez que já foi esclarecido o que vem a ser o ópio, voltemos à afirmação marxista de que “A religião é o ópio do povo”…
O que Karl Marx quis dizer com tal frase?
O pensamento de Marx estava diretamente voltado para sua luta contra a desigualdade social, mantida pela classe dominante (na época)…
Ele (Marx) acusava a religião de fomentar ilusões da grande classe oprimida.
Ou seja, segundo ele, a religião induzia o povo a se conformar com a situação vigente na época (de desigualdade social), “entorpecendo” o senso de reação da classe dominada, atendendo-se assim, os interesses da classe dominante.
Falando de forma bastante explícita: por causa da religião, o “povão” (classe dominada) aceitava a opressão por parte dos “poderosos” (classe dominante), pois, acreditavam que teriam uma vida melhor no mundo vindouro (no “paraíso”, após a morte) e deste modo, não necessitariam lutar por melhorias significativas neste mundo natural…
Assim sendo, a religião teria o efeito de um ópio, levando o povo a experimentar uma sensação anestésica de se estar vivendo uma vida utópica, centrada no mundo vindouro, deixando-o sujeito a opressão da classe dominante, nesta vida…
Agora a minha opinião…
A religião pode ser utilizada para os propósitos descritos por Karl Marx?
É claro que sim…
Inclusive, há (maus) políticos que buscam o apoio de líderes religiosos, a fim de que estes líderes façam propaganda a favor de tais políticos, em suas respectivas igrejas e templos…
Aliás, há defensores de absurdos como o aborto (por exemplo), que chegam a “pregar” no púlpito de igrejas evangélicas, com o consentimento dos líderes de tais igrejas, só para “posarem bem na foto”, durante a campanha eleitoral…
Nesse caso, eu nem sei quem é o pior: o político que declara “Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor” e ainda assim, defende abertamente o aborto ou o líder religioso que permitiu que tal disparate acontecesse, com o seu consentimento?…
Este é um excelente exemplo de como a “religião” pode atender os interesses dos “poderosos”…
De forma similar, há (maus) líderes religiosos que ensinam aos seus fiéis que os mesmos devem se desprender dos bens materiais…
E com qual objetivo?
Para que os fiéis entreguem os seus bens para a “igreja”, é claro…
Há, inclusive, aqueles que afirmam que o fiel deve entregar tudo o que possui no “altar” da igreja… E não se esqueçam de doações como a “porcaria do seu carro”, conforme disse um (falso) líder religioso num vídeo (que viralizou na internet).
Infelizmente, esta é uma realidade recorrente dentro de algumas igrejas evangélicas, principalmente as neopentecostais…
No entanto, a religião não se resume só a isso…
A religião também está relacionada com:
– A revelação de Deus à humanidade, por meio da Sua Palavra e do Senhor Jesus Cristo…
– A manifestação de uma vida (o ser humano) à procura do seu Dono (Deus)…
– A prática de obras sociais e de demonstrações de amor ao próximo…
Ou seja, a religião também é positiva…
Como tudo na vida, podemos fazer uso de algo para o bem ou para o mal…
Depende da escolha de qualquer um de nós…
Depois do que citei acima, fica fácil entendermos o motivo pelo qual os partidos comunistas, lutam pela aprovação e pelo estabelecimento social de “ações” contrárias as Escrituras bíblicas… O próprio Karl Marx promovia uma visão estritamente negativa sobre a religião… E os “comunistas” fazem o mesmo, por meio de várias de suas “lutas partidárias”, embora não digam isso abertamente…
2 – Karl Marx disse que o fundamento da família é o Capital ($$$)…
Embora o conceito de “Capital”, nos escritos de Marx, vai além do sentido usual e comum de “dinheiro”, abordando critérios específicos (como a “compra da força de trabalho”, por exemplo), nesta 2ª parte do meu estudo, tratarei o termo “Capital”, como um sinônimo de dinheiro ($$$), no sentido estrito da palavra…
No “Manifesto Comunista”, de Karl Marx e Friedrich Engels, está escrito:
“Abolição da família! Até os mais radicais ficam indignados diante desse desígnio infame dos comunistas. Sobre que fundamento repousa a família atual, a família burguesa? No capital, no ganho individual”.
Independente do contexto social em que se vivia na época, esta ideia marxista sobre família é um absurdo…
O que fundamenta uma família não é a necessidade do “capital” ($$$)… Nem o interesse de ganhá-lo ($$$)…
Família é muito mais que isso…
É amor mútuo…
É empatia…
É sacrificar-se em prol do outro…
É desejar a felicidade do outro…
É querer estar perto de quem se ama…
É claro que o dinheiro é uma necessidade material, pois, sem dinheiro não temos como adquirir aquilo que necessitamos para sobrevivermos: alimento, água etc… Mas, o dinheiro não é o “coração”, a “essência”, o fundamento de uma família… Longe disso…
A base (ou fundamento) de uma família é o amor…
E para piorar, no “Manifesto Comunista” fala-se até de abolição da família…
E o que significa “abolir”?
Abolir significa “por fim a algo”…
Tais ideais marxistas estão impregnados nos partidos comunistas, que lutam pela aprovação de leis que anulam o sentido bíblico da família…
Nas leis que promovem o fim da família (tal como ela se apresenta na Bíblia), há a raiz marxista…
Em suma: o comunismo luta pelo fim da família, da forma como ela é descrita na Bíblia… Isso é um fato inegável… Além, é claro, do tremendo absurdo de afirmar que o fundamento de uma família é o “capital” ($$$)…
3 – Karl Marx e a promoção do caos social…
No “Manifesto Comunista”, de Karl Marx e Friedrich Engels, está escrito:
“Os comunistas não se rebaixam a dissimular suas opiniões e seus fins. Proclamam abertamente que seus objetivos só podem ser alcançados pela derrubada violenta de toda a ordem social existente. Que as classes dominantes tremam à ideia de uma revolução comunista!”
Prestaram atenção ao trecho que diz “derrubada violenta de toda a ordem social”?
O que isso significa?
Estabelecer o caos social, para através desse caos, implantar (forçosamente) o comunismo…
Isso supera todos os absurdos possíveis, pois, privilegia (inclusive) atos de violência.

E qual a melhor forma de se estabelecer o “caos social”, do que através da corrupção generalizada e do desemprego? Tanto um quanto o outro são estopins utilizados para o estabelecimento do caos numa sociedade.

É isso que você deseja para o nosso país?
Creio que não…
Agora, farei umas perguntas simples…
Vocês conhecem algum país:
– Onde um partido de cunho comunista está no poder a vários anos?
– Onde há milhões de desempregados?
– Onde há corrupção sistêmica, encabeçada por um partido de ideologia comunista?
– Será que não conhecemos um país com esse perfil?
Para bom entendedor, meia palavra basta (como diz o ditado popular)…
Por tudo isso, devemos ficar atentos a quem damos o nosso voto…
E para efeito de esclarecimento, quais são os partidos políticos de cunho comunista, em nosso imenso e amado Brasil?
Eis alguns exemplos:
PT (Partido dos Trabalhadores).
PCB (Partido Comunista Brasileiro).
PC do B (Partido Comunista do Brasil).
PSOL (Partido Socialismo e Liberdade).
PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado).
Cito também a “Rede Sustentabilidade”, que a meu ver, é o “PT” com uma nova roupagem…
Eu gostaria de encerrar, fazendo duas afirmações:
1ª afirmação: Eu não posso dizer em quem vocês devem ou não votar…
Na minha opinião…
Cristão de verdade não DEVE votar em comunistas…
Mas…
Cada um vota em quem quer…
Eu não tenho nada a ver com isso…
O máximo que eu posso fazer como cidadão brasileiro (e cristão) é influenciar positivamente os meus compatriotas (e irmãos na fé)…
E…
Eu sei em quem eu NÃO vou votar: em partidos de cunho comunista…
2ª afirmação: Eu posso manifestar a minha opinião sobre qualquer assunto (religião, política etc), pois, isso é um direito estabelecido no Artigo 5º da nossa Constituição Federal, que preconiza, dentre outras coisas;
– A livre manifestação do pensamento.
– A inviolabilidade da liberdade de consciência e de crença.
– A livre expressão da atividade de comunicação.
Espero que tenham gostado desse estudo…
Que Deus continue abençoando o nosso amado Brasil, a fim de que a nossa bandeira seja sempre “verde, amarela, azul e branca” e nunca “vermelha”…
Até mais…
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
1 – ÓPIO – A DROGA DOS SONHOS. Disponível em: http://www.i-flora.iq.ufrj.br/hist_interessantes/opio.pdf Acesso em 17 jul.2016, 12h31.
2 – INFOESCOLA. Ópio. Disponível em: http://www.infoescola.com/drogas/opio/ Acesso em 17 jul. 2016, 13h06.
3 – REV JUCELINO SOUZA. A religião é o ópio do povo. Disponível em: https://jucelinosouza.wordpress.com/a-religiao-e-o-opio-do-povo/ Acesso em 17 jul. 2016, 15h44.
4 – WIKIPÉDIA. Karl Marx. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Karl_Marx Acesso em 17 jul. 2016, 16h27.
5 – JULIO SEVERO. Manifesto Comunista: manifesto contra a família. Disponível em: http://juliosevero.blogspot.com.br/2016/04/manifesto-comunista-manifesto-contra.html Acesso em 17 jul. 2016, 17h49.
6 – DICIONÁRIO INFORMAL. Abolir. Disponível em: http://www.dicionarioinformal.com.br/abolir/l Acesso em 17 jul. 2016, 17h50.
7 – RIDENDO CASTIGAT MORES. Manifesto Comunista. Disponível em: http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/manifestocomunista.pdf Acesso em 17 jul. 2016, 17h52.
8 – WIKIPÉDIA. Lista de partidos políticos no Brasil. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_partidos_pol%C3%ADticos_no_Brasil Acesso em 17 jul. 2016, 18h54.
9 – JUSBRASIL. Artigo 5º da Constituição Federal de 88. Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10641516/artigo-5-da-constituicao-federal-de-1988# Acesso em 17 jul. 2016, 19h07.
Postado do Blog Gospel Mais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.
Thank you very much for your visit. God bless you.
Большое спасибо за ваш визит. Да благословит вас Бог.
Vielen Dank für Ihren Besuch. Gott segne dich.