WEB RÁDIO JESUS A VIDA

segunda-feira, 21 de maio de 2018

PRESIDENTE DO PSL BAHIA RESPONDE PERGUNTAS SOBRE PRÉ-CANDIDATOS DO PARTIDO

Nossa preocupação sempre foi juntar aquelas pessoas que apoiam o Bolsonaro e fazem isso por amor e não por conveniência.


Foto de Professora Dayane Pimentel.
PROFESSORA DAYANE PIMENTEL - PRESIDENTE PSL BAHIA

Devido as especulações em alguns partidos que insistem em dizer que irão se coligar com o PSL, selecionamos algumas das perguntas que a professora recebeu de seus seguidores. Questionada sobre a veracidade  dessas definições, a Professora Dayane Pimentel nos contou:

Em nenhum momento, até agora, anunciamos sobre coligações proporcionais (deputados federais e estaduais), estamos remontando nosso partido e concentrados em nossos pré-candidatos. Neste momento, buscamos apenas montar arrumações para as majoritárias e isso será anunciado em breve.

Seguidores: Qual o principal motivo para não pensar em coligação agora?

Professora Dayane Pimentel: Pensar, pensamos! Agora não anunciamos nada ainda. Alguns partidos querem nos jogar na forca. Querem coligar conosco para se beneficiar do nome de Bolsonaro e nos fazer de escada para garantir a reeleição ou eleição de pessoas que não colaboraram com a nossa luta. Existem partidos pequenos que nos atraem, presididos por pessoas que pensam como nós: favorecer seus pré-candidatos de maneira justa e não os enviando para coligações que apenas beneficiariam nomes que buscam reeleição desesperadamente.

Seguidores: Existem pré-candidatos dizendo que não foram convidados a se filiar no PSL e por isso não estão. O que ocorre?

Professora Dayane Pimentel: Isso é balela de quem quer usar a figura do nosso líder e os recursos de outro partido. Nossa preocupação sempre foi juntar aquelas pessoas que apoiam o Bolsonaro e fazem isso por amor e não por conveniência. O partido de Bolsonaro é o PSL e as pessoas que entendem essa lógica estão todas conosco. Por que devemos fortalecer o outro time se temos o nosso? Isso seria, por baixo, ingenuidade.”

Seguidores: Desse modo, qual a diferença entre esses pré-candidatos do PSL dos demais?

Professora Dayane Pimentel: Hoje, estão no PSL aquelas pessoas que não têm mandato, que não dispõem de recurso partidário, pessoas que acreditam em renovação e que lutam desde o início, dentro de suas condições, para levar o nome de Bolsonaro aos quatro cantos do estado. Não temos políticos de carreira, não temos os políticos que gastam milhões em campanhas, não temos emendas como cabresto para oferecer! O que temos é luta e vontade de fazer diferente ao lado de Bolsonaro que pensa como nós.

Seguidores: O fato do PSL não ter recursos é um motivo para não ter atraído políticos de mandato?

Professora Dayane Pimentel: Sim, com certeza! Ao contrário dos que estão no PSL que seguem nosso líder por respeito e admiração. Estamos aqui por amor à causa, confiança e sede de mudança. Há três anos nenhum partido ou político falava em Bolsonaro como uma opção viável, quem o levantou aqui na Bahia foram seus seguidores, pessoas do povo, pessoas comuns. Quem não acreditou em Bolsonaro quando ele tinha 3%, hoje tenta aproximar seu nome, mas busca fortalecer outro partido. Isso é justo? Ter lutado por Bolsonaro na Bahia no início de tudo não foi fácil, hoje que ele é o primeiro nas pesquisas o que não falta é político dizendo que o apoia. O que por um lado é bom, pois isso o fortalece, mas por outro lado a população precisa ficar de olho aberto.

Seguidores: Você acredita que há pré-candidatos que apoiam verdadeiramente o Bolsonaro, mas que se acoplaram em outros partidos?

Professora Dayane Pimentel: Sim, conheço alguns nomes! Mas, por mais boa vontade que tenham, o fato de não ter colaborado com a legenda que abriu as portas para Bolsonaro já é ponto a menos. Desejo boa sorte aos que realmente respeitam a história de Bolsonaro e que irão concorrer por outros partidos, mas estou aqui como presidente do PSL Bahia e vou continuar trabalhando pelo partido e por aqueles que acreditam que fortalecer o projeto partidário de Bolsonaro é mais importante do que o projeto de outros presidentes de legenda.

Seguidores: Qual o recado você mandaria para pessoas de outro partido que buscam o eleitor de Bolsonaro?

Professora Dayane Pimentel: Desde que seja com o coração e não por conveniência, muita coisa é válida! Hoje com a ascensão de Bolsonaro, muitos tentam se ligar a ele que por sua vez, agradece a todos, mas confia mesmo é na sua equipe. Quem escolheu ficar no PSL abdicou de recursos para campanha, abdicou de condições de coeficiente, quem está aqui sabe que não foi nem é fácil, mas preferiu lutar pela honra e não pela viabilidade. As pessoas que estão no PSL merecem  respeito e atenção especial.

Seguidores: Qual o perfil, em geral, dos correligionários do PSL?

Professora Dayane Pimentel: Pessoas comuns. Militares, advogados, professores, comerciantes, desempregados... só não temos políticos de mandato. Não por escolha nossa, mas porque se submeter a uma campanha sem recursos não atrai os que estão acostumados a jogar dinheiro para se propagarem. O perfil dos nossos se resume a pessoas de coragem e vontade de fazer tudo diferente na política e sabem que se estiverem contrários às nossas bandeiras não permanecerão. Somos “bolsonarianos” raiz.

Afirmou a professora entre o tom sereno e ao mesmo tempo firme na defesa de pré-candidatos e da legenda do PSL.

Equipe Professora Dayane Pimentel


Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.
Thank you very much for your visit. God bless you.
Большое спасибо за ваш визит. Да благословит вас Бог.
Vielen Dank für Ihren Besuch. Gott segne dich.