WEB RÁDIO JESUS A VIDA

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

O AEROPORTO FANTASMA DE MOÇAMBIQUE. E AINDA HÁ QUEM APOIE ESSES TRASTES DO PT, PMDB E PSDB, OS PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS PELA DESTRUIÇÃO DO BRASIL.

 

Enquanto o Brasil está completamente sucateado, praticamente paralisado, semi-destruído pela canalha comunista do PT associada ao PMDB e PSDB, é bom que se frise, é doloroso, odioso, constatar que a pesada carga tributária suportada por todos os brasileiros financiou - entre dezenas de outras obras no exterior - um moderno aeroporto em Moçambique que está praticamente abandonado.

Faz parte de dezenas de obras gigantescas finananciadas pelo BNDES durante o desgoverno de Lula e seus sequazes em diversas republiquetas comunistas como Moçambique, Cuba, Venezuela e por aí vai, enquanto o Brasil inteiro está completamente sucateado. Sem falar nos aeroportos que são uma lástima, como são as estradas, os serviços de saúde e a segurança pública. Aliás, "insegurança pública".

Importante salientar que todos esses trastes políticos sabiam o que estava acontecendo mas continuavam alegres e faceiros com a conivência da grande mídia e seus jornalistas que cumpriam "missão" na redações teleguiados por Lula e FHC.  

E o mais incrível de toda essa história macabra que veio à luz pela Operação Lava Jato parece não ter fim, graças a um cipoal de manobras por parte de todos dos manipuladores dos Poderes da República, algo inaudito na história do Brasil. E o pior é que ainda existam pessoas que continuam defendendo a camorra liderada por Lula, FHC e sua gente, incluindo o PMDB e o PSDB inteiros. Não sobra ninguém, nem unzinho da politicalha que continua tungando os cofres da Nação e faz de tudo para perpetuar toda essa sacanagem contra o povo brasileiro.

Enfim. A situação econômica do Brasil é dramática, para dizer o mínimo. E isto é tremendamente perigoso porque se trata do velho esquema comunista que é criar uma situação de caos total. Criado o caos o passo seguinte é a cubanização do país, como aconteceu recentemente na Venezuela.

Só os néscios não enxergam essa desgraça que se avizinha, a ponto de ter sobrado apenas um político brasileiro que não está enterrado nesse lodaçal de sacanagens e roubalheiras que destruiram nosso país. Chama-se Jair Messias Bolsonaro. Queiram ou não Bolsonaro acabou se transformando na derradeira opção para a eleição presidencial de 2018 para por um paradeiro definitivo nesse banquete de abutres.

Postado do Blog de Aloízio Amorim:

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

EMBARGO DECLARATÓRIO PÕE ÁGUA NOS PLANOS DA CEADEB E PASTOR ISRAEL ALVES FERREIRA CONTINUA SENDO O LÍDER DA ADESAL ATÉ PROCESSO TRAMITADO EM JULGADO...

DESTITUÍDO DA PRESIDÊNCIA DA ADESAL, PASTOR DIZ QUE TERÁ QUE PASSAR POR CIMA DO SEU CADÁVER

"Para destruir a igreja terá que passar por cima do meu cadáver", declara presidente ex-presidente da ADESAL

Após ser destituído do cargo de presidente da Assembleia de Deus de Salvador (ADESAL), por unanimidade, pelo Tribunal de Justiça da 5ª Câmara Civil do Estado da Bahia, por unanimidade, o ex-presidente pastor Israel Alves Ferreira se pronunciou sobre a decisão do Tribunal de Justiça, por meio de áudios compartilhados pelo WhatsApp, neste sábado (11).
No áudio, fica nítido que há uma guerra travada nos tribunais entre a ADESAL e a Convenção Estadual das Assembleias de Deus na Bahia (CEADEB).
De acordo com o ex-presidente da ADESAL, pastor Israel Alves Ferreira, a CEADEB entrou na justiça há sete anos contra a ADESAL, e disse que a Igreja é anterior à Convenção CEADEB.
“Estou em uma luta há sete anos, sete anos de uma batalha, numa briga que a Convenção CEADEB fez contra a Igreja de Salvador. Foi um fato inédito, nós eramos da Convenção”, explicou o pastor. Ele cita duas ações da convenção CEADEB que causaram esse problema, o primeiro foi tirar 70 templos da ADESAL. “A igreja é muito anterior à convenção, a Igreja de Salvador é a igreja-mãe do Estado”, declarou.
Segundo Ferreira, a ruptura com a Convenção CEADEB veio em defesa da igreja e só por este motivo que uma nova convenção (CONFRAMADEB), foi formada pelos pastores. “Para destruir a igreja em que sou pastor, primeiro tem que passar por cima do meu cadáver”, declarou. “Eu coloquei minha vida ali, correndo todos os riscos possíveis, contra todos os poderes […] Isso aconteceu de uma forma tremenda há sete anos atrás”, completou.
Em outro áudio o pastor segue explicando o que tem acontecido nesse processo onde a CEADEB tenta retomar a liderança da ADSAL. “Há dois anos houve uma decisão a favor da igreja extinguindo o processo, mais depois disso a CEADEB recorreu ao tribunal e o Tribunal de Justiça da Bahia, que decidiu voltar o processo para o primeiro grau para ser julgado de novo”, explica.
O pastor explica também que o estatuto da ADESAL, não consta mais o nome da CEADEB, o que pode servir para impedir que o Tribunal de Justiça da Bahia, destitua ele e seu vice-presidente, o pastor José Pereira Lima para nomear um novo pastor.
” Essa posse está dependendo do Estatuto que foi reformado e o Estatuto foi reformado e essa sentença não pode ser cumprida”, disse Israel Alves Ferreira.
Ferreira disse que não será fácil a posse de um novo presidente junto à ADESAL, ele explica, que mesmo que a CEADB indique um nome, terá que ter a aprovação do ministério local.
Ferreira pede oração, pois esse problema na Justiça fez muito mal para a igreja e para os membros há sete anos e ele teme que traga mais uma vez uma crise. “Não entrem em pânico, fiquem calmos que eu vou informando o que está acontecendo”, encerra.
Segundo informação apurada pelo JM Notícia, a ADESAL não tem intenção de cumprir a decisão do Tribunal de Justiça da Bahia. O advogado da ADESAL é o pastor Abiezer Apolinário da Silva, ligado à CGADB.
OUÇA O ÁUDIO
Tocador de áudio
Tocador de áudio
Entenda:
O Tribunal de Justiça da 5ª Câmara Civil do Estado da Bahia, por unanimidade, destituiu o pastor Israel Alves Ferreira e pastor José Pereira Lima dos cargos de presidente e vice-presidente da Assembleia de Deus de Salvador (ADESAL). A decisão foi disponibilizada no site do TJ-BA nesta quinta-feira (09).
A ação que resultou na destituição do pastor Israel Alves Ferreira da presidente da ADESAL, foi motivada pela Convenção Estadual das Assembleias de Deus na Bahia (CEADEB), presidida pelo pastor Valdomiro Pereira da Silva.
De acordo com informações repassadas ao JM Notícia, o referido processo já dura cerca de sete anos, e se refere ao desligamento do pastor Israel Alves Ferreira que deixou a CEABEB para criar uma nova convenção (CONFRAMADEB) no Estado da Bahia.
Pastor Israel Alves Ferreira, então presidente à época, solicitou em junho de 2010, o seu desligamento junto à CEADBEB, e criou a CONFRAMADEB. Posteriormente, já na condição de ex-filiado à CEADEB,  convocou assembleia extraordinária para deliberar o desligamento da ADESAL junto à CEABEB.
Entretanto, o estatuto da ADESAL, preceitua que para presidir a referida igreja, o pastor presidente tem que ser filiado à CEADEB, conforme descrito abaixo:
Art. 6º – A Igreja será administrada por uma Diretoria composta de 07 (sete), membros que ficará assim constituída: Presidente (que é o pastor Igreja, indicado pela CEADEB e apreciado pelo ministério local.
Art. 54 – A CEADEB indicará um dos seus ministros à presidência da ADESAL, cuja indicação será apreciada pelo Conselho Ministerial.
Após analisar os autos, o Tribunal de Justiça da Bahia, reconheceu que o pastor Israel Alves Ferreira e o pastor José Pereira Lima, quando deliberam a saída da CEADEB não preenchiam mais os requisitos para ocuparem o cargo de presidente e vice-presidente da ADESAL, ou seja, os seus atos eram nulos de pleno direito.
Em sua decisão, a desembargadora Ilona Márcia Reis, relatora, declarou a perda automática do cargo de presidente e vice-presidente da ADESAL, e determinou que a CEADEB, possa indicar o novo presidente da ADESAL, condicionando à aprovação pelo ministério local, conforme o estatuto.

Postado do Portal JM Notícias:
JM Notícia

http://www.jmnoticia.com.br/2017/11/11/destituido-da-presidencia-da-adesal-pastor-diz-que-tera-que-passar-por-cima-do-seu-cadaver/

terça-feira, 28 de novembro de 2017

ANAC REABRE AEROPORTO DE JEQUIÉ


ANAC reabre aeroporto de Jequié
TERMINAL AEROVIARIO DE JEQUIÉ

O aeródromo Vicente Grillo, de Jequié, que estava interditado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) desde o mês de setembro, está liberado para operar normalmente. A desinterdição se deu por força da Portaria nº 3.915, de 27 de novembro, publicada no Diário Oficial da União de hoje (28). Para esta decisão em um curto espaço de tempo, foram levados em consideração os ajustes promovidos no equipamento público pelo Governo do Estado, Prefeitura Municipal, assim como o empenho do deputado federal Antonio Brito (PSD-BA) na articulação com os órgãos de controle em Brasília. “A união de esforços entre o Governo e a Prefeitura foi crucial para a liberação deste importante aeroporto, fundamental para a mobilidade de Jequié e região, sobretudo para apoiar na Saúde local, que tem a Santa Casa e o Hospital Geral Prado Valadares, ambos com serviços de UTI”, declarou Antonio Brito.

Postado do Blog de Júnior Mascote:
http://www.juniormascote.com.br/noticias/anac-reabre-aeroporto-de-jequi/

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

APÓS MAIS DE UMA SEMANA DE INTENSOS ATAQUES DA MÍDIA, JAIR BOLSONARO PONTUA 34,5% DOS VOTOS E LIDERA EM 20 ESTADOS BRASILEIROS

Imagem: Divulgação
O cenário de ódio ao Deputado Federal Jair Bolsonaro, e a ideologia que o representa, torna-se cada vez mais evidente.
Os ataques ao pré-candidato de maior força eleitoral, no entanto, tem exercido efeito contrário. Quanto mais acusações, repúdio e calúnia da mídia brasileira e das velhas raposas da política, maior prestígio Bolsonaro vem conquistando.

1° lugar nas pesquisas

Após a divulgação da pesquisa do DataPoder360 que põe Jair Bolsonaro em primeiro lugar isoladamente na corrida presidencial de 2018, o Instituto Vertude divulgou uma nova pesquisa nesta sexta-feira (24/11).
Imagem: Instituto Vertude
Realizada com 6.370 pessoas, o levantamento registra Bolsonaro em primeiro lugar com 34,05% em média nacional, liderando em 20 estados brasileiros.
Imagem: Instituto Vertude

Entendendo o motivo:

As explicações para o ‘efeito Trump’ no Brasil parece óbvia, o povo está enxergando o desespero do sistema em tentar paralisar a todo custo o avanço de Jair Messias Bolsonaro.
O militar surge nesse cenário como a via confiável porque não está comprometido com ideais do PT, nem do PSDB, nem de Partido nenhum. Viu na eleição da câmara? Ele só teve 4 votos só e isso mostra que ele não tem nada em comum com ninguém. Bolsonaro é o ÚNICO candidato realmente de direita que tem ideais como estado mínimo, livre mercado, leis duras entre outras que são política aplicadas nos países de primeiro mundo. Bolsonaro só conta com o apoio popular. 

Realidade do páreo em 2018:

Antes, trataram ele como uma piada, como fizeram com o Trump nos EUA, agora, vendo como ele é bem recepcionado onde vai e liderando em todas as pesquisas, estão desesperados e por isso PT, PSDB e outros partidos veem uma chance real de perderem aquilo que mais apreciam: o poder! Com medo de perderem feio, tentam desconstruir Bolsonaro como fizeram com o Enéas, que chegou a ficar em 3ª lugar em uma eleição presidencial.
Votar no Bolsonaro é dar uma chance ao Brasil para ser grande e se livrar do ideal retrógrado do esquerdista. 
Postado do Blog Conexão Política:

sábado, 25 de novembro de 2017

O GOLPE DA DIRETORIA DA ADESAL SEGUNDO SAMUEL CAVALCANTE

Resultado de imagem para adesal

Vou tentar resumir a historia dos seus planos maquiavélicos dentro do meu ponto de vista, conforme as provas, o Sr. Israel Alves Ferreira, foi indicado pela CEADEB para presidir a igreja em Salvador,  (ADESAL) tendo em vista as suas características, hum homem aparentemente digno, de respeito, muito inteligente e capaz , entre outras qualidades propícias a serem bem utilizadas no Reino de Deus , durante um bom tempo demonstrou dedicação e afinco pela obra de Deus , mas aos poucos isso foi mudando em virtude da boa rentabilidade da igreja e bondade dos irmãos, o mesmo fez diversas campanhas, como é do conhecimento de todos, as campanhas eram criadas para fins específicos, mas nunca vimos a realização dos fins,  pergunto para onde foi o dinheiro das campanhas?, bom outra irregularidade é que o mesmo sempre foi inadimplente com o fundo convencional que é de 5% da renda, virando uma rotina seus acordos com finalidade de não perder a cadeira de presidente da ADESAL - Assembleia de Deus de Salvador, mas ao logo de treze anos pretendeu  chegar a presidência da CEADEB - Convenção Estadual das Assembleias de Deus da Bahia, convenção baiana, chegando ate ser Vice-presidente, mas isso era pouco para ele, devo ressaltar que durante o período que foi vice da CEADEB, declarava está em dias com fundo convencional, mas na verdade estava devendo, acabando seu mandato tentou ser presidente da CEADEB que era seu verdadeiro interesse, mas por está inadimplente com convenção e com a justiça federal, por apropriação indébita de recursos previdenciário, então foi vetado pelo Estatuto da Convenção CEADEB, o mesmo não satisfeito entrou na justiça para validar sua candidatura, sem êxito o mesmo desistiu, Embora fosse uma intenção notória presidir a CEADEB, não esperávamos que o mesmo ajudado por seus amigos, teriam outros planos, umas vez que se tornou impossível chegar a cadeira de presidente da CEADEB, estando o mesmos prestes a ser disciplinado pelo conselho disciplinar da CEADEB, por sua postura irresponsável do não cumprimentos dos acordos estabelecidos ficou insustentável continuar com o mesmo presidindo a ADESAL, uma vez que ele já havia sido chamado por outras vezes pelo conselho  disciplinar mas como sempre vinha com uma cara de arrependido, firmando novos acordos, e a Direção CEADEB sempre dando oportunidade acreditando que ele iria mudar voltando a ter credibilidade, foram  Inúteis as tentativas de acordos, sabendo da tolerâncias da CEADEB tinha acabado, esculhambau dizendo em outras palavras que a convenção praticamente extorquia a ADESAL, então mudou seu plano, ao invés de ser presidente da CEADEB, criar a sua própria convenção cujo nome será CONFRAMADEB - Convenção Fraternal do Ministros das Assembleias de Deus na Bahia.    
Para colocar em pratica o seu plano teve que fazer o seguinte, colocar os templos em nome da ADESAL e tentar desvincular em estatuto os artigos e parágrafos que provavam os poderes da CEADEB sob a ADESAL e assim foi feito embora de forma irregular, ficando apenas uma ligação onde o artigo diz que A CEADEB tem o direito de indicar o presidente da ADESAL, artigo esse ignorado pelo Sr. Israel Alves Ferreira, pois depois de passar os templos para nome da ADESAL e mudar o que pode no estatuto, entregou sua credencial de Pastor da CEADEB  junto com uma carta de desligamento da convenção, alegando ser a ADESAL superior a CEADEB Pelo tempo de criação, isso é tolice pois eu posso ter uma empresa criada a 50 anos e depois de anos vincular essa empresa a outra sendo submissa, mas vamos continuar ele  tentar dar entrada em sua Convenção CONFRAMADEB foi barrado, teria que apresentar no mínimo 300 pastores ele só tinha 82, bom não sei se é do conhecimento de todos  a CEADEB não pode consagrar ninguém fora do estado é lei Estatutária da CEADEB e da CGADB Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, pois bem o Sr Israel Alves Ferreira passando por cima da lei trouxe uma Convenção do Estado do Ceará para consagrar nesse mês de julho de 2010 , 413 homens sem nenhum critério de aprovação, no estatuto existem normas para consagrar, ele passou por cima de todas para alcançar o seu objetivo, completar a cota exigida, agora esse Senhor mesmo sem convenção julga-se dono da ADESAL colocando seus escudeiros para tomar os templos dirigidos por pastores contrario ao seu plano, com ameaças e sem justificativas, o mesmo afirma em sua nota espalhada em toda salvador, ter feito um acordo ridículo, onde os pastores opositores ao seu plano poderiam permanecem nos templos sob a condição de prestarem contas dos dízimos e ofertas a seus administradores, primeiro lugar não receberam e com certeza não aceitariam esta proposta, na verdade foram pegos de surpresa, invadiram os templos no meio do culto empossando seus aliados, criando verdadeiros tumultos, o mesmo também afirma em sua nota que estão querendo tomar os seus membros e seus templos, pergunto  fomos comprados por esse senhor? Outra coisa afirma que durante seu mandato construiu 120 templos, quem não sabe que os templos foram construídos pelos irmãos, vendendo lanches alguns pertences em bazares e doações de materiais, estão querendo negociar o rebanho é bíblico.  Essa é a historia nua e crua que apenas está no começo.
Digo para os irmãos que minhas noites adultas as vezes mal dormidas, passadas entre os cantos  dos labirintos da reflexão e as iluminadas trilhas da oração, nas pistas deixadas pelos escritos sagrados. Passo madrugadas em claro. Fico deprimido durante dias após notícias catastróficas. Leio as Escrituras Sagradas com avidez para discernir a opinião de Deus sobre meu mundo, de dentro e de fora. Suplico socorro aos céus e busco luz para o entendimento na expectativa de ter o que dizer para as pessoas que amo. Peço a Deus que se mostre para mim e através de mim. Já não me basta crer e esperar. Anseio ver e interferir.        
Assumo e provo tudo que digo perante Deus e os Homens.       
Assinado Samuel Cavalcante 

Para meditação Hebreus 13v7. Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver.        

Grifo Nosso: Perguntar não ofende! Mas, quantas vezes o ESTATUTO DA CEADEB foi MODIFICADO na Gestão do Atual PRESIDENTE???
Matéria Relacionada: 

Presidente da CEADEB faz consagrações irregulares
https://www.youtube.com/watch?v=Cxo9IIna-Yc


CEADEB NÃO É MEMBRO DA ADESAL: "...



Postado do Blog de Samuel Calvacante:
http://adesalxceadeb.webnode.pt/o-golpe-da-diretoria-adesal-/

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

MÉDICOS AFIRMAM QUE O ÁLCOOL TAMBÉM É FATOR DE RISCO PARA O CÂNCER...

Fonte: Roni Caryn Rabin, Do New York Times, (http://vivabem.uol.com.br).

A Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO, na sigla em inglês para American Society of Clinical Oncology), que representa vários dos mais importantes médicos de câncer do país, está chamando a atenção para a ligação entre o álcool e o câncer. Em uma declaração publicada na terça-feira no Journal of Clinical Oncology, o grupo cita evidências de que mesmo uma quantidade pequena de bebida alcoólica pode aumentar o risco de câncer de mama e de um tipo comum de câncer do esôfago.

Segundo o grupo, quem bebe muito corre um risco bem maior de ter câncer de boca e garganta, da laringe, de fígado e, em menor grau, câncer colorretal.

"A mensagem não é 'Não beba'. É, se você quer reduzir o risco de ter câncer, beba menos. Se você não bebe, nem comece", explica a doutora Noelle LoConte, professora associada da Universidade de Wisconsin-Madison e principal autora do comunicado da ASCO. "É diferente do tabaco, para o qual dizemos, 'Nunca fume. Não comece'. Esse conselho é um pouco mais sutil."

Outros grupos médicos já citaram o álcool como possível causador de câncer. No entanto, esta foi a primeira vez que a ASCO tomou uma posição sobre o tema.
Poucos adultos identificam o consumo de álcool como um fator de risco para o câncer.
A quantidade de pessoas que bebe álcool em geral, assim como quem bebe muito e quem tem problema de alcoolismo está aumentando nos Estados Unidos entre todos os segmentos da sociedade, incluindo mulheres, idosos, minorias étnicas e raciais e os pobres, de acordo com várias pesquisas.

Ainda assim, poucos adultos, quando perguntados, identificam o consumo de álcool como um fator de risco para o câncer, mesmo que a vasta maioria conheça outros fatores, como fumar ou se expor ao sol, segundo uma pesquisa feita recentemente pela ASCO com 4.016 adultos. Menos de um em três adultos identificou o álcool como um fator de risco de câncer. (A maioria também não mencionou a obesidade.)


O grupo médico pede novas iniciativas de saúde pública para diminuir o consumo do álcool, desde o aumento dos impostos até as restrições nas propagandas dirigidas a menores de idade, como a proibição de anúncios de bebidas alcoólicas no metrô e nos ônibus de Nova York, que entrará em vigor em janeiro. O grupo também se opõe à "lavagem rosa" que ocorre quando as empresas de bebida cobrem seus produtos com fitas dessa cor para aumentar as vendas, prática à qual se opõe "dada a evidência consistente da ligação entre o consumo de álcool e um aumento no risco do câncer de mama".

Estudo confirmou o papel do álcool no desenvolvimento da doença.
Para produzir a declaração, os pesquisadores da ASCO revisaram estudos já publicados e concluíram que 5,5 por cento de todos os novos casos de câncer e 5,8 por cento de todas as mortes causadas pela doença no mundo podem ser atribuídas ao álcool. O estudo afirmou claramente que as bebidas alcoólicas têm um papel causal nos cânceres de garganta e de pescoço, de faringe, do fígado e do cólon, assim como no carcinoma de células escamosas do esôfago e, em mulheres, no câncer de mama.

Para as mulheres, uma dose de bebida alcoólica por dia pode aumentar o risco de câncer de mama, segundo um relatório divulgado em maio pelo Instituto Americano de Pesquisa do Câncer e pelo Fundo de Pesquisa Mundial do Câncer e citado pela ASCO. Esse relatório analisou 119 estudos, incluindo dados de 12 milhões de mulheres e mais de um quarto de milhão de casos de câncer de mama, e concluiu que há fortes evidências de que o consumo de álcool aumenta o risco de câncer pré e pós-menopausa, e que beber uma taça pequena de vinho ou de cerveja todos os dias – cerca de dez gramas de álcool – aumenta o risco de câncer de mama antes da menopausa em cinco por cento e depois da menopausa em nove por cento.

Mesmo aqueles que bebem moderadamente, definidos pelo Centro de Controle de Doenças como uma dose diária para mulheres e duas para os homens, enfrentam quase o dobro do risco de câncer de boca e de garganta e mais do que o dobro do risco de carcinoma de células escamosas do esôfago, comparado com quem não bebe. Os bebedores moderados também enfrentam riscos mais elevados para cânceres da faringe, câncer de mama nas mulheres e câncer colorretal.

O risco para quem bebe muito – definido como aqueles que tomam oito ou mais drinques para as mulheres e 15 ou mais para os homens por semana, incluindo os bebedores compulsivos – são muito mais elevados. Quem bebe muito tem quase cinco vezes mais possibilidade de ter câncer de boca, de garganta e do esôfago do que quem não bebe; quase três vezes o risco de câncer na laringe; e duas vezes mais risco de câncer no fígado, além de riscos aumentados de câncer de mama e colorretal.


"Ao olharmos para esses números, podemos ver o álcool como um fator contribuinte, que certamente tem um papel causal", afirma o doutor Hudis.


Câncer de boca, mama e colorretal estão entre os causados pelo álcool.
A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC na sigla em inglês para International Agency for Research on Cancer), que faz parte da Organização Mundial de Saúde, classificou pela primeira vez o consumo de bebidas alcoólicas como carcinogênico para humanos em 1987, ligando-o aos cânceres de boca, garganta, faringe, esôfago e fígado, diz Susan Gapstur, vice-presidente de epidemiologia da Sociedade Americana do Câncer.

Desde então, segundo ela, vêm se acumulando mais e mais evidências que ligam o álcool a um grupo cada vez maior de cânceres, incluindo o colorretal e, nas mulheres, o de mama. Um relatório mais recente da IARC concluiu que o álcool "é a causa de cânceres da cavidade oral, faringe, laringe, esôfago, colorretal, fígado e mama". (O câncer de esôfago é em geral o carcinoma de células escamosas.).

"A história do álcool é consistente e vem sendo desvendada parte por parte ao longo do tempo, e continuamos a aprender mais sobre os mecanismos envolvidos. Não temos testes aleatórios, mas algumas vezes quando você começa a olhar para a coerência da evidência, incluindo a epidemiologia observacional, os estudos de laboratório e as pesquisas de mecanismo, passa a ver a imagem com mais clareza", explica Gapstur.

Uma das maneiras em que as bebidas podem aumentar o risco de câncer é porque o corpo metaboliza o álcool em acetaldeído, substância que causa mutações no DNA, de acordo com Gapstur. A formação do acetaldeído começa quando o álcool entra em contato com as bactérias da boca, o que pode explicar a ligação entre o álcool e os cânceres de garganta, faringe e esôfago, diz ela.

A doutora Anne McTiernan, cientista do Centro Fred Hutchinson de Pesquisa do Câncer e autora de um dos primeiros relatórios sobre álcool e câncer de mama, diz que ficou satisfeita com o fato de os oncologistas estarem se concentrando no álcool.


"Isso dá peso à notícia. Mostra que eles são sérios sobre o assunto e querem colocar seu nome em jogo para pressionar por mudanças nas leis, além de aceitarem dizer que até mesmo pequenas quantidades de álcool podem aumentar os riscos de certos cânceres em um pequeno grau", diz ela.


Minha fotoPostado do Blog de Innaldo Sardinha: