WEB RÁDIO JESUS A VIDA

terça-feira, 31 de outubro de 2017

OS 500 ANOS DA REFORMA PROTESTANTE

Martinho Lutero sugeriu mudanças, e essas mudanças vêm transformando a sociedade ocidental há cinco séculos

31-mundo-os-500-anos-da-reforma-protestante


Neste ano, comemoramos os 500 anos da Reforma Protestante. Essa data retoma o evento que aconteceu em 31 de outubro de 1517, quando Martinho Lutero pregou suas noventa e cinco teses na porta da Igreja do Castelo em Wittenberg, na Alemanha. No centro desse movimento, Lutero redescobre a mensagem do evangelho: os homens não ganham a salvação fazendo boas obras, mas Deus oferece livremente a salvação a todos os que creem em seu filho, Jesus Cristo.
A Reforma Protestante baseia-se em cinco pilares, chamados Solas, definidos como: 
Sola Scriptura - somente a Escritura; 
Sola Fide - somente a Fé; 
Sola Gratia - somente a Graça; 
Solus Christus - somente Cristo; 
Soli Deo Gloria - Glória somente a Deus.
Tal mensagem libertou a humanidade para engajar-se em muitos tipos de atividades e a principal delas é o serviço ao próximo. Em toda a Europa, o impulso iniciado em Wittenberg inspirou outros a interpretar a Bíblia de novas formas, surgindo assim as muitas denominações que conhecemos hoje.
A Reforma Protestante foi um evento marcante na história ocidental, pois trouxe ao mundo uma variedade de conceitos que ainda são profundamente relevantes hoje: pluralidade social, liberdade de consciência, tolerância, liberdade de religião, liberdade de pensamento, a ideia da igualdade de todos os seres humanos, ajuda ao próximo, alfabetização e educação universal. Esses são alguns dos frutos do movimento na sociedade ocidental.
Pedidos de Oração
  • Agradeça a Deus pela oportunidade de ter acesso a sua palavra.
  • Louve ao Senhor pela graça derramada por meio do ato salvador de Jesus Cristo.
  • Clame por sabedoria e temor, para que sejamos filhos que adoram a Deus em todas as áreas da vida.
Postado do Portal Portas Abertas:

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

"A SOLIDARIEDADE É O SENTIMENTO QUE MELHOR EXPRESSA O RESPEITO PELA DIGNIDADE HUMANA".


"Mais bem-aventurado é dar que receber” (At 20.35).

domingo, 29 de outubro de 2017

LUZ DE LED O QUE PODE E O QUE NÃO PODE SER USADO EM VEÍCULOS NO BRASIL

Resolução CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017

Estabelece as características e especificações técnicas dos sistemas de sinalização, iluminação e seus dispositivos aplicáveis a automóveis, camionetas, utilitários, caminhonetes, caminhões, caminhões tratores, ônibus, micro-ônibus, reboques e semirreboques, novos saídos de fábrica, nacionais ou importados e dá outras providências
 Resultado de imagem para farol de led vs filamento
O Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), usando da competência que lhe confere o inciso I, do art. 12, da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), e conforme o Decreto nº 4711, de 29 de maio de 2003, que dispõe sobre a coordenação do Sistema Nacional de Trânsito (SNT);
Considerando que nenhum veículo poderá transitar nas vias terrestres abertas à circulação pública sem que ofereça as condições mínimas de segurança;
Considerando que a normalização dos sistemas de iluminação e sinalização é de vital importância na manutenção da segurança do Trânsito;
Considerando a necessidade de aperfeiçoar e atualizar os requisitos de segurança para os veículos nacionais e importados;
Considerando a necessidade de harmonização dos requisitos nacionais de segurança veicular com requisitos internacionais equivalentes, conforme previsto pela Política Nacional de Trânsito (PNT);
Considerando o disposto na Convenção de Viena sobre Trânsito Viário de 1968, promulgada pelo Decreto nº 86.714, de 10 de dezembro de 1981; e
Considerando os processos administrativos nº 80000.040564/2012-66, nº 80000.039256/2012-98, nº 80000.110755/2016-26, nº 80000.109184/2016-87 e nº 80000.011963/2015-62. resolve:
Art. 1º Esta Resolução estabelece as características e especificações técnicas dos sistemas de sinalização, iluminação e seus dispositivos aplicáveis a automóveis, camionetas, utilitários, caminhonetes, caminhões, caminhões tratores, ônibus, micro-ônibus, reboques e semirreboques, novos saídos de fábrica, nacionais ou importados.
Art. 2º Os dispositivos componentes dos sistemas de iluminação e de sinalização veicular devem atender ao estabelecido no Anexo I desta Resolução e nos demais anexos, quando pertinente:
Anexo I - Instalação de dispositivos de iluminação e sinalização luminosa.
Anexo II - Faróis principais emitindo fachos assimétricos e equipados com lâmpadas de filamento.
Anexo III - Faróis de neblina dianteiros.
Anexo IV - Lanternas de marcha-a-ré.
Anexo V - Lanternas indicadoras de direção.
Anexo VI - Lanternas de posição dianteiras e traseiras, lanternas de freio e lanternas delimitadoras traseiras.
Anexo VII - Lanterna de iluminação da placa traseira.
Anexo VIII - Lanternas de neblina traseiras.
Anexo IX - Lanternas de estacionamento.
Anexo X - Faróis principais equipados com fonte de luz de descarga de gás.
Anexo XI - Fonte de luz para uso em farol de descarga de gás.
Anexo XII - Retrorrefletores.
Anexo XIII - Lanterna de posição lateral.
Anexo XIV - Farol de rodagem diurna.
Anexo XV - Lanternas de Sinalização para Veículos Transporte Escolar.
Anexo XVI - Especificação de Lanternas especial de emergência de Luz Azul.
§ 1º As lanternas especiais de emergência que emitem luz de cor azul, conforme Anexo XVI, poderão ser utilizadas exclusivamente em veículos destinados a socorro de incêndio e salvamento, os de polícia, os de fiscalização e operação de trânsito e as ambulâncias, quando em efetiva prestação do serviço de urgência e devidamente identificados.
§ 2º Ficam limitados a instalação e o funcionamento simultâneo de no máximo 8 (oito) faróis, independentemente de suas finalidades
§ 3º A identificação, localização e forma correta de utilização dos dispositivos luminosos deverão constar no manual do veículo.
§ 4º É proibida a colocação de adesivos, pinturas, películas ou qualquer outro material que não seja original do fabricante nos dispositivos dos sistemas de iluminação ou sinalização de veículos.
§ 5º É proibida a substituição de lâmpadas dos sistemas de iluminação ou sinalização de veículos por outras de potência ou tecnologia que não seja original do fabricante.
§ 6º É vedada a instalação de dispositivo ou equipamento adicional luminoso não previsto no sistema de sinalização e iluminação veicular estabelecido nesta resolução.
§ 7º É vedado o uso de luzes estroboscópicas, exceto em veículo previsto no art. 29, inciso VII, do CTB.
Art. 3º Os veículos inacabados (chassi de caminhão com cabine e sem carroçaria com destino ao concessionário, encarroçador ou, ainda, a serem complementados por terceiros), não estão sujeitos à aplicação dos dispositivos relacionados abaixo:
I - lanternas delimitadoras traseiras;
II - lanternas laterais traseiras e intermediárias;
III - retrorrefletores laterais traseiros e intermediários.
Parágrafo único. Os dispositivos referidos no caput deste artigo deverão ser aplicados, conforme o caso, quando da complementação do veículo.
Art. 4º Os veículos inacabados (chassi de caminhão com cabine incompleta ou sem cabine, chassi e plataforma para ônibus ou micro-ônibus) com destino ao concessionário, encarroçador ou, ainda, a serem complementados por terceiros, não estão sujeitos à aplicação dos dispositivos relacionados abaixo:
I - lanternas delimitadoras dianteiras e traseiras;
II - lanternas laterais e dianteiras, traseiras e intermediárias;
III - retrorrefletores laterais e dianteiros, traseiros e intermediários;
IV - lanternas de iluminação da placa traseira; e
V - lanterna de marcha-a-ré.
Parágrafo único. Os dispositivos referidos no caput deste artigo deverão ser aplicados, conforme o caso, quando da complementação do veículo.
Art. 5º Os veículos inacabados (chassi de caminhão com cabine incompleta ou sem cabine, chassi e plataforma para ônibus ou micro-ônibus, com destino ao concessionário, encarroçador ou, ainda, a serem complementados por terceiros) não estão sujeitos ao cumprimento dos requisitos de iluminação e sinalização, quanto à posição de montagem e prescrições fotométricas estabelecidas nesta Resolução, para aqueles dispositivos luminosos a serem substituídos ou modificados quando da sua complementação.
Art. 6º Serão aceitas inovações tecnológicas, ainda que não contempladas nos requisitos estabelecidos nesta Resolução, desde que sua eficácia seja comprovada através de certificação ou legislação internacional reconhecidas pelo órgão máximo executivo de trânsito da União.
Art. 7º Serão aceitos pelo órgão máximo executivo de trânsito da União, para efeito de comprovação do atendimento das exigências desta Resolução, os resultados de testes e ensaios obtidos por procedimentos similares de mesma eficácia, realizados no exterior.
Art. 8º Alternativamente, para comprovação do desempenho dos sistemas obrigatórios de que trata a presente resolução, os resultados de ensaios devem cumprir com os Regulamentos Técnicos das Nações Unidas (ONU/UNECE) ou com as Normas Federais de Segurança dos Veículos Motorizados (FMVSS) dos Estados Unidos, conforme aplicável.
Art. 9º O não atendimento ao disposto nesta Resolução sujeita o infrator à aplicação das penalidades e medidas administrativas previstas na legislação vigente.
Art. 10. Os Anexos desta Resolução encontram-se disponíveis no sítio eletrônico www.denatran.gov.br.
Art. 11. Ficam revogadas em 1º de janeiro de 2023, as Resoluções CONTRAN nº 227, de 9 de fevereiro de 2007, nº 294, de 17 de outubro de 2008, nº 383, de 2 de junho de 2011, e nº 436, de 20 de fevereiro de 2013, e o Anexo B da Resolução CONTRAN nº 561, de 15 de outubro de 2015.
Art. 12. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, produzindo seus efeitos em 1º de janeiro de 2021, sendo facultado antecipar sua adoção total ou parcial, ficando convalidadas, até a data de sua publicação, as características dos veículos fabricados de acordo com a Resolução CONTRAN nº 227, de 9 de fevereiro de 2007, e suas alterações.
§ 1º A obrigatoriedade das categorias 5 ou 6 do item 4.5 e o item 4.19, do Anexo I desta Resolução, (Indicador de direção lateral e farol de rodagem diurna) será aplicada para novos projetos de veículos produzidos a partir de 1º de janeiro de 2021.
§ 2º A obrigatoriedade das categorias 5 ou 6 do item 4.5 e o item 4.19, do Anexo I desta Resolução, (Indicador de direção lateral e farol de rodagem diurna) será aplicada para todos os veículos produzidos a partir de 1º de janeiro de 2023, nacionais e importados, somente serão registrados e licenciados se atenderem a esta Resolução.
I - Para efeito desta Resolução considera-se novo projeto o modelo de veículo que nunca obteve o código de Marca/Modelo/Versão junto ao órgão máximo executivo de trânsito da União.
II - Não se considera como novo projeto a derivação de um mesmo modelo básico de veículo que já possua Código de Marca/Modelo/Versão concedido pelo órgão máximo executivo de trânsito da União.

ELMER COELHO VICENZI
Presidente do Conselho

RONE EVALDO BARBOSA
p/Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil

JOSÉ FERNANDO UCHÔA COSTA NETO
p/Ministério da Educação

OLAVO DE ANDRADE LIMA NETO
p/Ministério das Cidades

LUIZ OTÁVIO MACIEL MIRANDA
p/Ministério da Saúde

PAULO CESAR DE MACEDO
p/Ministério do Meio Ambiente

THOMAS PARIS CALDELLAS
p/Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

ROMEU SCHEIBE NETO
p/Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

JOÃO PAULO SYLLOS
p/Ministério da Defesa


VEJA TAMBÉM:

DÊ PAUSE NA WEB RÁDIO E INFORME-SE

É ou não É infração de Trânsito ? 

"Alteração do sistema de iluminação"



Postado do Portal Legisweb:
LegisWeb

https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=343767



sábado, 28 de outubro de 2017

CANCELAMENTO DA PALESTRA DE JUDITH BUTLER NO SESC POMPEIA (LINK ABAIXO)

Abaixo-assinado contra esta imbecilidade que visa destruir famílias e princípios 


JUDITH BUTLER  - FEMINISTRA, IDEALIZADORA  DA TESE


Bernardo Pires Küster alertou que Judith Butler, idealizadora e uma das principais promotoras da ideologia de gênero, virá ao Brasil entre os dias 7 e 9 de novembro para participar do Simpósio Internacional “Os Fins da Democracia”.
Ela propõe a desconstrução da identidade humana por meio da descontrução da sexualidade. Segundo ela, “homem e masculino podem facilmente significar tanto um corpo feminino como um corpo masculino, e mulher e feminino podem significar tanto um corpo masculino como um corpo feminino”. Porém, ela não se satisfaz em constatar isso. Por meio daquilo que chama de performance, propõe que as pessoas vivenciem todo tipo de experiência sexual.
Temos visto nos últimos alguns exemplos graves da aplicação da ideologia de gênero em nossas escolas (recentemente, numa escola tradicional de São Paulo uma das turmas deve de apresentar um trabalho para explicar os mais de trinta gêneros existentes, seja lá o que isso queira dizer).
Não podemos permitir que a promotora dessa ideologia nefasta promova em nosso país suas ideias absurdas, que têm por objetivo acelerar o processor de corrupção e fragmentação da sociedade.
Assine a campanha para enviar seu e-mail ao Sesc Pompeia e pedir o cancelamento das palestras de Butler.
DÊ PAUSE NA WEB RÁDIO ACIMA E ASSISTA

ABAIXO-ASSINADO
CLIQUE NO LINK ACIMA E VAMOS FAZER VALER OS NOSSOS VALORES

Postado do Portal CitizenGo:
Início


http://www.citizengo.org/pt-pt/node/108060







Vídeo Youtube B.F.G NEWS
:


sexta-feira, 27 de outubro de 2017

OPERADORA DE TELEFONIA MÓVEL TELEMAR/OI NÃO ASSUME RISCO E NEGLIGENCIA MANUTENÇÃO DE ESTAÇÃO RÁDIO BASE...

Prefeitura de Jequié não fiscaliza e comunidade está em eminente risco de vida!


RESPONSABILIDADE TÉCNICA



Moradores do Loteamento Parque da Colina, residentes próximo a uma antena da Operadora de Celular Oi, queixam-se da inexistência de lâmpada sinalizadora no topo do equipamento. Mesmo não acontecendo a presença regular de aviões no espaço aéreo de Jequié, os moradores advertem para a preocupação de que venha a ocorrer um acidente, a partir do choque de uma aeronave nessa torre, localizada em uma região de grande elevação. Um detalhe a ser levado em consideração é que, “as torres de celulares, radiodifusão e similares, com altura média de 50 metros do solo, devem dispor, obrigatoriamente de iluminação sinalizadora vermelha ou branca que brilham continuamente ou piscam”. Um dispositivo legal que deve ser cumprido pela empresa proprietária do equipamento e a exigência por parte do órgão concedente da instalação, no caso local, a Prefeitura.
RUA "A" - PARQUE DA COLINA




Postado do Blog Jequié Repórter:
Jequié Repórter

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

LUZ DIURNA DE LED SERÁ ACEITA COMO FAROL BAIXO EM RODOVIAS DE DIA

CONTRAN fez mudança na lei após pedido da Polícia Rodoviária Federal. Veículos que não são equipados com o sistema devem usar luz baixa.

Por G1 -  

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) afirmou nesta quinta-feira (7) que irá aceitar que veículos transitem em rodovias durante o dia com a luz diurna de LED acesa em vez do farol baixo.
Luz diurna de LED será aceita como farol baixo durante o dia (Foto: Divulgação)
Luz diurna de LED será aceita como farol baixo durante o dia (Foto: Divulgação)

Segundo a lei, que entra em vigor nesta sexta-feira (8), todos os veículos devem rodar em rodovias com o farol baixo acesso durante o dia. Foi a Polícia Rodoviária Federal (PRF) que pediu a inclusão da luz de LED, uma faixa de lâmpadas, próxima do farol, que equipa alguns modelos de carros mais novos.
Só vale de dia

Também conhecida pela sigla DRL (de "Daytime Running Lamp"), a luz diurna de LED será aceita de dia nas estradas, mas não vale para todas as outras situações em que o farol baixo é exigido, como circulação à noite ou em túneis.

Apesar de o pedido ter vindo da PRF, o Contran disse que já enviou um "ofício circular a todos os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito e entende que tal medida é suficiente para nortear os procedimentos de fiscalização das polícias".

Até agora, o uso de farol só era exigido para todos os veículos durante a noite e em túneis, independentemente do horário do dia. Exceto para as motos, em que o uso das luzes já era obrigatório durante o dia e a noite.

A partir desta sexta, quem descumprir a exigência nas rodovias poderá levar 4 pontos na carteira de habilitação (infração média), além de multa de R$ 85,13. O valor para esse tipo de infração subirá para R$ 130,16 em novembro próximo.

Postado do Portal G1:
Resultado de imagem para Logo g1



https://g1.globo.com/carros/noticia/policia-rodoviaria-federal-aceitara-luz-diurna-de-led-como-farol-baixo.ghtml



quarta-feira, 25 de outubro de 2017

MOVIMENTO DIREITA JEQUIÉ ESCLARECE!!!



Hoje, 25 de outubro de 2017 data em que comemoramos a emancipação política de Jequié. Parabéns Jequié pelos seus 120 anos!         
O grupo DIREITA Jequié, vem por meio desta elucidar aos nobres cidadãos que, somos completamente conservadores e respeitosos quando nos manifestamos em público principalmente, não temos a menor intenção de atingir quem quer que seja.          
O objetivo é seguir as ideologias do Mito Bolsonaro que sinceramente coadunam com as nossas e muitos brasileiros.       
Ressaltamos que procuramos o órgão da PMJ com relação ao do dia 7 de setembro como também para o dia 25 de outubro, requisitando ao mesmo (setor responsável), a participação do grupo da DIREITA JEQUIÉ no desfile cívico em prol de algumas atitudes e projetos que está relacionado diretamente aos interesses do POVO de Jequié. 
NÃO apoiaram e NÃO aceitaram que pudéssemos participar de forma ordeira e passiva.  

Abaixo frases que foram exibidas nos cartazes durante o desfile cívico de Jequié, o qual alguns do contra comentaram não ter visualizado cartaz. 

DEIXEM AS NOSSAS CRIANÇAS EM PAZ;          
SENHORES VEREADORES NÃO A COSIP;        
VEREADORES,AINDA ESTAMOS PAGANDO TAXA DE ESGOTO 80% COMO IRÁ FICAR???      
DEUS PÁTRIA E FAMÍLIA;      
POVO ARMADO JAMAIS SERÁ ESCRAVIZADO;         
A NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERÁ VERMELHA;       
NÃO AO MARXISMO CULTURAL E NÃO AO COMUNISMO;           
NÃO A IDEOLOGIA DE GÊNERO;  
Grito: Mito... Mito... Bolsonaro 2018...

Apenas isso!     

Em hipótese alguma, atingimos e denegrimos imagem do gestor municipal, vereadores e demais membros que compõem a gestão! O respeito está acima de tudo e todas as coisas! Há existência de pessoas do bem sim! O movimento é ordeiro e totalmente passivo!     
Somos contra a violência!!! Não apoiamos quem o faça!!!
Apenas incomodamos os adversários políticos, o qual é natural que aconteça. Hoje registramos um ato de violência impensado contra um membro do nosso movimento em frente ao palanque, e todas as autoridades que ali estavam presenciaram. Não sabemos se o agressor é ou não colaborador da PMJ.    
Observem a dimensão e proporcionalidade que estamos atingindo durante toda a trajetória do grupo. Estamos cada dia mais somando e ganhando forças, vamos avançar!!! 

Diretoria de comunicação - MDCJ
#vivaDemocracia @Jequié


Todas as Fotos do Desfile Cívico abaixo By: Valter "Sandoval O Protestante" 

PROPOSTA QUE BARRA UBER, CABIFY E 99 TRAMITA EM URGÊNCIA NO SENADO

Burocracias são impostas, como a autorização da prefeitura com placa vermelha, ser dono do carro e proíbe o trânsito em cidades vizinhas


Foto: Divulgação

Jornal GGN - O Senado Federal aprovou por grande maioria nesta terça-feira (24) colocar em regime de urgência o projeto que regulamenta aplicativos de transporte privado individual de passageiros, como o Uber, o Cabify e o 99Taxi, impondo condições que contrariam os serviços. A expectativa é que o projeto seja votado pelos senadores já na próxima terça-feira (31).
Paralisado em discussão na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, a polêmica partida na pressão de taxistas, que pediam que os aplicativos fossem barrados por lei. O relator da proposta na CCT, senador Pedro Chaves (PSC-MS), elaborou um parecer alternativo, criticado pelos taxistas e elogiado pelas empresas de transporte com aplicativos.
O texto trazia algum tipo de regulamentação, como a exigência que os condutores possuam Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com permissão para atividade reuminerada. Os mesmos motoristas seriam obrigados a ter seguro de acidentes pessoais a passageiros e inscritos como contribuintes no INSS.
As empresas como Uber, Cabify e 99 seriam proibidas de contratar motoristas com antecedentes criminais de crimes de trânsito, contra a dignidade sexual, homocídio, lesão corporal grave ou seguida de morte, sequestro e cárcere privado, trágico de pessoas, roubo e extorsão com sequestro, e demais crimes "praticados mediante violência contra a pessoa ou grave ameaça".
Já o texto original da proposta previa outras burocracias, como a autorização prévia das prefeituras, por meio de placas vermelhas, como é exigido para taxistas. Ao contrário da expectativa dos defensores dos aplicativos, este projeto original foi o colocado em regime de urgência pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).
A medida foi criticada, em posicionamento oficial, pela empresa Uber: "Uber é a favor da regulamentação do transporte individual privado prestado por meio de aplicativos. No entanto, o PLC 28/2017 não regula essa atividade; ele traz uma proibição velada a todos os apps, pois cria um nível de burocracia tão alto para os motoristas parceiros que torna impossível que continuem servindo as pessoas do jeito que fazem hoje", informou em nota.
A proposta original do PLC 28 ainda permite que cidades proíbam os aplicativos e exigem aos motoristas uma autorização específica: a de que sejam os donos dos veículos e proibem a condução dos automóveis em cidades vizinhas. Assim, familiares dos proprietários não poderiam praticar a atividade profissional e tampouco levar passageiros a outros municípios.
"A Uber lamenta que, mais uma vez, um grupo de senadores tenha ignorado o direito de escolha de mais de 17 milhões de usuários, além de negar uma oportunidade de renda aos milhares de motoristas parceiros".
A empresa lembrou, ainda, das assinaturas de 825 mil pessoas, que defenderam que a proposta não seja votada em regime de urgência e que obtivesse um amplo debate. "Como ficou claro na mobilização de usuários e motoristas em todo o país e nas redes sociais, a população espera que o bom senso prevaleça daqui pra frente e que o Senado decida não aprovar um projeto que proíbe os aplicativos", informou.

Acompanhe, abaixo, o andamento da proposta:

Arquivo



Postado do Blog Jornal GGN:


terça-feira, 24 de outubro de 2017

“GOVERNO DESRESPEITA VEREADORES DE JEQUIÉ AO MUDAR NOME DE UPA”, DIZ LEUR LOMANTO JR

“Governo desrespeita vereadores de Jequié ao mudar nome de UPA”, diz Leur Lomanto Jr

Além de demorar sete anos para concluir a UPA em Jequié, o governo do estado cometeu um desrespeito com a Câmara de Vereadores de Jequié. Essa é avaliação do deputado estadual Leur Lomanto Jr. que tem representado os interesses do município ao ter notícia de que o governo mudou o nome da Unidade de Pronto de Atendimento, que seria nomeada como Valdeci de Jesus, em homenagem ao ex-vereador da cidade e que agora será denominada de Eunice Jesus Leal Almeida (Dona Dite), em referência a avó da primeira- dama Aline Peixoto. “Em uma atitude arbitrária e de total desprestígio com os vereadores, que já haviam aprovado a homenagem ao ex-vereador Valdeci, uma pessoa que lutou e que tem serviços prestados aos bairros de Cansanção e Cidade Nova, em Jequié, o governador do estado altera a designação da UPA. Isso foi um desrespeito com os parlamentares de Jequié que têm legitimidade para decidir sobre as questões do município”, afirmou.

Postado do Blog de Júnior Mascote:

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

IGREJA BATISTA BELÉM: CHAMANDO PARA FORA E PROTESTANDO CONTRA AS DROGAS!!!


Jovem Sem Drogas, Família Feliz!


Resultado de imagem para IGREJA BATISTA BELEM JEQUIÉ
Home Page: https://ibbjequie.wordpress.com/

Com o mote acimaJovem Sem Drogas, Família Feliz!” que a Igreja Batista Belém que tem cerca de 45 anos em Jequié, cuja direção é realizada pelo Pastor Edvaldo Nascimento – carinhosamente conhecido como Pastor Val - resolveu aplicar o que é mais peculiar à Igreja de Cristo – Religare – do Latim que significa Religar. Bem como o próprio nome já diz: Igreja significa Saindo para fora! 
Flagramos na manhã deste domingo (22/10) na Avenida Brasilia - Brasil Novo, os membro da referida igreja participando de uma retumbante manifestação pública, caminhando por diversas ruas do Jequiezinho, cuja finalidade é chamar à atenção da comunidade das diversas localidades por onde passaram do Poder Executivo, Poder Legislativo Municipal, Estadual e Federal, bem como ações efetivas da Secretaria de Segurança Pública ao combate à esta que tem sido uma síndrome que tem destruído nossos jovens.
Foto de Valter Sandoval França.
AV. BRASILIA - BRASIL NOVO
A droga que tão grande mal tem feito às diversas cidades do Brasil e do Mundo, mas que estamos sentindo na pele pela proximidade com diversos casos de morte violenta de jovens que mergulharam neste vale tão profundo e sombrio do sub-mundo das drogas e do crime, também na nossa amada "Cidade Sol".
Queremos aqui parabenizar ao Pastor Edvaldo Nascimento e Igreja do Senhor Jesus sob sua responsabilidade, pela demonstração pública de civismo e de solidariedade cristã. Que, outras igrejas coirmãs sigam tão belo exemplo e que a OPEJ – Ordem dos Pastores Evangélicos de Jequié possa encabeçar uma campanha com maior envergadura e que possibilite o resgate destas almas que perecem sem Deus e sem perspectiva de mudanças social.