WEB RÁDIO JESUS A VIDA

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

.: "ORDO AB CHAO" SERÁ A LEMBRANÇA DE DRª TÂNIA BRITTO EM JEQUIÉ.


As licitações de última hora da gestão Tânia Britto continuam!

Como se já não bastassem os graves problemas ocasionados pela má administração municipal, que afundou a cidade num abismo sem fim de desmandos, desacertos, descontrole, escolas públicas destruídas, alunos sem aula, estudantes sem merenda, fornecedores sem receber seus pagamentos, trabalhadores sem salários, postos de saúde em estado de calamidade, ônibus escolares quebrados, carros que transportam pacientes parados por falta de gasolina e de peças, a prefeitura sob o comando da atual gestão continua a licitar. Mesmo diante de todo o caos administrativo, a prefeitura de Jequié continua licitando como se não houvesse amanhã. E a coisa vem sendo feita à toque de caixa, na pressa e na rapidez dos dias. Parece que dia 31 de dezembro vai chegar e esta gestão que aí está vai continuar... A fábrica de licitações, pregões, aditivos de contratos está a todo vapor! Já está no forno no Setor de Compras da prefeitura, mais uma licitação no valor 10 milhões para compra da plataforma de ensino para o município. Mais uma licitação que se somam a outras tantas como a da compra de uma lancha de alta capacidade de transporte, outra para ônibus escolares novos sendo que na garagem da prefeitura há um cemitério de ônibus seminovos do programa federal “Caminhos da Escola” e outras compras mais que não estamos compreendendo suas necessidades e justificativas. Nos parece que a ordem maior da gestão atual que comanda Jequié é estourar os mais de 160 milhões dos precatórios do FUNDEB mas sem fazer o necessário debate com o Conselho Municipal de Educação, a APLB, o Ministério Público Estadual, o Ministério Público Federal e a comunidade escolar. Uma gestão desastrosa que nada fez nestes quatro anos e que jogou todo o dinheiro público no lixo, é impossível que tenham em mãos neste final de governo, um diagnóstico preciso das reais necessidades do município, especialmente na esfera da educação. É obrigação do Conselho Municipal de educação fiscalizar in loco a real aplicação desses recursos, especialmente nos editais de licitações e pregões presenciais que estão acontecendo na prefeitura de Jequié. Se algum absurdo vier a acontecer com a utilização desses recursos será notória a co-responsabilidade destes organismos. A nós, da imprensa, cabemos assistir a tudo com imparcialidade e apontar os caminhos e direções que foram tomados, inclusive citando aqueles que acompanharam o cortejo sem reservas de nomes, cargos que ocupam ou entidades fiscalizadoras. Enquanto isso Tânia Britto e seu séquito vem trabalhando com muito esforço e empenho para deixar a maior quantidade de problemas e entraves possíveis para o prefeito eleito que assumirá os destinos do município a partir de 2 de janeiro de 2017. Bom lembrar que o Ministério Público Federal já pediu pena mais severa e regime fechado para três ex-servidores da prefeitura de Jequié que teriam cometido falsificações pontuais em procedimentos licitatórios e que teriam falsificado documentos relativos a três licitações, no ano de 2008. Portanto fica aqui o alerta para aqueles que possam se sentir atraídos a participarem de alguma coisa que fuja do comportamento de correção a que se espera de um servidor público: A justiça está de olhos bem abertos e nós, da imprensa, também.

Por, Rildo Junior.

Postado do Blog Júnior Mascote:
JUNIOR MASCOTE.JPG

Um comentário:

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.