WEB RÁDIO JESUS A VIDA

domingo, 1 de novembro de 2015

SEM TAXÍMETRO NÃO EMBARQUE: PODE SER A MAIOR ROUBADA!

Conheça seus direitos antes durante e depois de usar um Taxi...

 


De acordo com o Código Nacional de Trânsito, em qualquer município com mais de 100 mil habitantes a presença do taxímetro é obrigatória. Nas localidades em que não seja obrigatório o uso do taxímetro, a autoridade competente fixará as tarifas por hora ou corrida, e obrigará aos condutores dos veículos que, portem as respectivas tabelas em lugar visível aos passageiros.

Em Jequié, motoristas de Jaguaquara, Jitaúna e até de Itagí, segundo se ouve pela cidade estão fazendo corridas de taxi, sem que o Poder Público Municipal faça a devida intervenção. Com essa prática, o profissional de taxi legalmente constituído conforme legislação em vigor estão sendo lesados.

E, o pior é que os consumidores desavisados estão se colocando em risco, haja vista que com tais corridas, não há garantias de segurança, pois não estão credenciados pelo Município de Jequié, não estão praticando os preços conforme legislação própria, assim como podem ser vítimas inclusive de marginais.    

Como funciona a cobrança

A cobrança é composta, em regra, pela soma do valor fixo inicial (a bandeirada), o valor correspondente à quilometragem percorrida e ao tempo parado no trânsito. 

É cobrado um valor fixo da bandeirada mais um valor que varia conforme a quilometragem, dia e o horário:

• Bandeira 1 (segunda a sábado das 6h às 20 h) 
• Bandeira 2 ( sábado, domingos e feriados das 14h às 6h, de segunda-feira)




























O que fazer, na prática

Falar é fácil, mas na prática sabemos que o consumidor dificilmente conseguirá resolver na base da conversa. Não custa tentar. Mas se perceber que a corrida está mais cara do que havia calculado, deve denunciar o taxista à companhia de táxi ou a algum órgão de defesa do consumidor.

Taxas adicionais
O consumidor precisa ficar atento também aos preços e à cobrança de taxas adicionais que variam confirme a localidade, como utilização de porta-malas, chamadas através de rádio-táxi, viagens intermunicipais e etc. Na cidade de São Paulo, por exemplo, é cobrado 50% do valor da corrida no caso de viagens intermunicipais. 

A recomendação do SINCATAJE – Sindicato dos Taxistas de Jequié, é que NÃO ‘PEGUE’ CORRIDA COM VEÍCULOS SEM TAXIMETRO. E, que se você souber de motoristas de outras Praças estejam fazendo corridas em Jequié que seja feita Denuncias por meio dos seguintes contatos, Prefeitura de Jequié - http://www.jequie.ba.gov.br/index.php?page=contatos ou Sindicato dos Taxistas de Jequié: (73) 3526-0764 / (73) 98854-0611 ou por E-mail: taxistasdejequie@gmail.com e que seu nome será mantido em absoluto sigilo.


Valter ‘Sandoval O Protetante’

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.
Thank you very much for your visit. God bless you.
Большое спасибо за ваш визит. Да благословит вас Бог.
Vielen Dank für Ihren Besuch. Gott segne dich.