WEB RÁDIO JESUS A VIDA

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

PREFEITURA DE JEQUIÉ PRATICA CRIME DE ABANDONO INTELECTUAL???


Desconfiança marca "mudança" na educação



A administração Tânia Brito/Sérgio da Gameleira vira mais uma página do curto capítulo do atual governo de apenas 9 meses com mais uma "mudança". Nesta segunda-feira, 30/09/2013, encerra a etapa da professora Rita Barreto na condição de secretária de educação após pedir demissão do cargo. Mais um nome do primeiro escalão que sai do governo em meio a uma crise que parece não ter fim. O próximo secretário, João Magno, vai assumir o posto sabendo que encontrará resistências de segmentos importantes como a APLB e o Conselho Municipal de Educação (CME). Assim que soube da demissão de Rita Barreto, a presidente do CME, Vitória Brandão, se disse indignada com a situação. “É imoral o retrocesso que estão impondo ao nosso Município! Bando de Destruidores” escreveu em uma rede social. A reação dela foi imediata e veio em um tom bastante áspero. “O mal da minha cidade é que qualquer um se sente no direito de BRINCAR COM A EDUCAÇÃO”, criticou. E continuou: “Parem de fazer da educação mercadoria de barganha. Isso além de imoral, desleal, indecente, obsceno, prejudica a população que dela depende”, completou.
Ninguém pode esconde que a secretária de educação sai em um momento bastante delicado, diante de um verdadeiro bombardeio movido por criticas e denúncias. De um lado, a população cobra resultados já que, após 9 meses de administração, o setor continua com problemas sérios e graves como falta de professor, alimentação escolar irregular, creches e escolas infantis fechadas, sem citar os problemas estruturais das unidades, fato que levaram os alunos a terem poucos dias de aula neste ano de 2013, algo jamais presenciado no Município. Por outro lado, própria secretária denunciou a ingerência de vereadores com indicações de pessoal para ocupar cargos nas unidades escolares, o que criou grande constrangimento, a ponto de a Câmara Municipal emitir Nota de Repúdio. Sai reclamando falta de autonomia.
O afastamento de Rita Barreto da administração municipal é irreversível, porém, como se observa, não é um assunto do passado. A presidente do Conselho Municipal de Educação, uma das que consideram a saída da secretária uma perda significativa, justifica que o nome de Rita Barreto teve uma boa aceitação por parte de toda a categoria, dos conselhos, do sindicato, da sociedade, pela história dela na educação. Bem verdade que Vitória Brandão tem ciência de que a colega não tinha condições de permanecer no cargo pela falta de autonomia e como destacou em entrevista concedida em 19/09/13, ao repórter Dell Santos (Jequié FM 89,7), o pedido de demissão também “teve outras questões políticas, que não me cabe citar”.
Postado do Blog Jequié & Região:


Foto by Blog Ari Moura:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.
Thank you very much for your visit. God bless you.
Большое спасибо за ваш визит. Да благословит вас Бог.
Vielen Dank für Ihren Besuch. Gott segne dich.