WEB RÁDIO JESUS A VIDA

sábado, 8 de setembro de 2012

CASO JURANDY: PRESO EM PETROLINA MAIS UM DOS ACUSADOS


A Casa Caiu para Carlos Henrique "NENEM" matador de policial em Jequié - Bahia




"NENÉM DE CEARÁ" É UM DOS ACUSADOS DE TER TORTURADO E ASSASSINADO O SD PM JURANDY




Numa ação conjunta entre as polícias civis, policiais militares e integrantes da equipe Malhas da Lei da Delegacia Seccional de Petrolina prenderam na tarde desta quinta-feira (6), uma quadrilha responsável pelo tráfico de drogas no bairro cacheado em Petrolina. Foram presos Carlos Henrique Alves da Cruz, 21 anos, conhecido por Neném, Rafael Pereira da Silva, 20, Anderson Bezerra Martins, 20, Carlos Eduardo Alves Cruz, 18, e apreendidos ainda dois menores sendo um de 13 e um de 12 anos.

O acusado Carlos Henrique Alves da Cruz, tinha ainda em seu desfavor um mandado de prisão oriundo da comarca de Jequié- BA, onde o mesmo juntamente com outros comparsas, é acusado de ter seqüestrado, torturado e assassinado com seis disparos de arma de fogo um Policial Militar da Bahia no final do mês de agosto. De acordo com as investigações o acusado estava em fuga e teria escolhido a cidade de Petrolina para se esconder e tocar o esquema de tráfico de drogas no bairro Cacheado, Zona Oeste da cidade.

De acordo com os acusados, uma das motocicletas foi adquirida como parte do pagamento de 300g de cocaína que o mesmo teria repassado para um indivíduo de vulgo "pulguento". Na casa do acusado Carlos Henrique, o Neném, a polícia localizou uma pistola calibre .765 e o acusado revelou aos policiais, que Rafael era responsável em dirigir para a quadrilha e que também vendia drogas e cobrava dívidas referentes ao tráfico, já o imputado Anderson teria trazido de Jequié-Ba as 466g de pasta base de cocaína apreendidas.

Com os acusados a polícia conseguiu apreender 466g de pasta base de cocaína, aproximadamente 170g de maconha, uma pistola calibre 765, dois automóveis, duas motos, televisores, 14 aparelhos celular, além da quantia de R$ 310 entre outros objetos.

Toda operação contou com a participação da POLÍCIA CIVIL DE PERTOLINA, CIOSAC, GATI DO 5º BPM, os indivíduos maiores vão ser recolhidos ao Presídio Dr. Edvaldo Gomes em Petrolina e os menores devem ser entregues as famílias para responder processo em liberdade.

Fonte e Fotos: AgresteViolento

Postado no Blog Ocorrencia Policial:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.