SD/PM JURANDY OLIVEIRA
O policial militar e candidato a vereador pelo PT, Jurandy dos Santos, foi executado a tiros e o corpo encontrado na manhã desta segunda feira (27), em uma cascalheira, no anel viário de Jequié. Jurandy foi executado com uma facada no abdômen com tiros na cabeça e nas costas. Junto ao corpo foi abandonado um carro modelo Fiesta, uma bolsa de mulher, documentos e outros objetos. O carro pertence ao comerciante conhecido como Dedeu, roubado pelos bandidos no momento em que seqüestraram Jurandy, domingo a noite na região do Rio Preto do Costa, zona rural do município.
O Comandante do 19° BPM, Tenente Coronel Serpa, disse que a Polícia Militar vai dar uma resposta imediata e que esse caso não vai ficar impuni. Muitos policiais militares compareceram no local, indignados e chorando a morte do colega. Nunca na história houve execução de policias em Jequié, pelas características o crime foi premeditado.


IMAGEM REMOVIDA EM RESPEITO A POLÍTICA  GOOGLE ADSENSE
O policial militar Jurandy dos Santos, candidato a vereador pelo PT e irmão do vereador Ivan do Leite, em Jequié, foi seqüestrado por um grupo de bandidos enquanto participava de uma reunião política no Bar de Dedeu, na região do Rio Preto do Costa. Junto com Jurandy também estava o ex-deputado Isaac Cunha e demais correligionários durante a tarde de domingo (26).
Todos participavam do evento político quando chegaram os bandidos, tocando terror e mandando que todos ficassem abaixados, em seguida começaram a agredir as pessoas sendo um baleado e o policial Jurandy esfaqueado e levado pelos bandidos. Segundo testemunhas, um dos bandidos chegou a dizer: “esse ai é candidato a vereador e policial, tem que morrer”. Os bandidos fugiram levando Jurandy em seu próprio carro, um Corsa e os demais fugiram em outros carros. Momentos depois o carro de Jurandy foi abandonado em uma estrada com marcas de sangue  e o policial não foi encontrado. Dentro do carro de Jurandy tinha um colete a prova de balas e uma arma de fogo.

Postado no Blog de Junior Mascote: