WEB RÁDIO JESUS A VIDA

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

GOVERNO DA BAHIA MANDA PRENDER INOCENTE: PANO DE FUNDO PARA SUFOCAR GREVE


Policial militar divulga Carta aberta à sociedade Jequieense

GREVE NA BAHIA CONTINUA A TODO VAPOR 

Queridos familiares, amigos, imprensa e sociedade Jequieense. Infelizmente, fui tomado de surpresa essa semana, enquanto encontrava-me no movimento de paralisação dos policiais militares, pois governo do estado da Bahia, por meio dos órgãos de comunicação divulgou uma lista com 12 (doze) nomes de policiais militares com mandados de prisão preventiva decretadahttp://www.bahia247.com.br/pt/bahia247/salvador/6215/Mandado-de-pris%C3%A3o-confira-o-nome-dos-policiais.htm) , esta que, por sua vez, trazia o meu nome incluso, injustamente, como praticante dos crimes de formação de quadrilha, seqüestro de viaturas e depredação do patrimônio público na cidade de salvador-BA, como desculpas para impedir uma movimentação pacifica, e respeitosa como aconteceu aqui na cidade de Jequié, não só para com os superiores hierárquicos, como também com toda a sociedade jequieense.

Não posso e não aceito esse peso por supostos atos que não cometemos e não compactuamos, mesmo porque, não me ausentei da cidade de Jequié nesses dias de paralisação, o que pode ser constatado pelos próprios meios de comunicação local e pela tropa, nas diversas reuniões e assembléias que participamos.
Não posso ficar calado num momento como este, pois observamos, infelizmente, que tal ato de decretação de prisão dos diretores da ASPRA, (inclusive não sou membro da ASPRA e sim da APPM BA) servia apenas como “pano de fundo” para sufocar o grito de socorro engasgado há 14 anos no seio da corporação PM. Grito este que se resume na regulamentação da LEI 7.145/97, que define as regras para pagamento dos policiais militares, tais como: Gratificação da atividade policiail-GAP 4 e 5, a insalubridade, adicional de periculosidade, auxilio acidente. Também, não podemos descartar a possibilidade de que tais atos estejam perpetrados com o intuito de enfraquecer o movimento reivindicatório, que é mais do que justo.
Informo a todos, que sou policial militar a quase 15 anos, no excepcional comportamento, sempre trabalhei com afinco e profissionalismo nas mais diversas atividades e funções designadas, a exemplo na Cia Especial (Boinas Pretas) por mais de 10 anos e agora na 1ª Cia (Centro).
Tratar-me como criminoso, atribuindo-me atos  praticados na capital do estado, quando, repito novamente, em nenhum momento deslocamos da nossa cidade, é um ato de IRRESPONSABILIDADE sem precedentes, e/ou até mesmo criminoso, fazendo-me recordar um pensamento de Octávio Mangabeira: “Pense num absurdo, na Bahia tem precedentes”. Ao contrario do que tentam imputar a minha pessoa, sou uma pessoa evangélica, com formação superior em Enfermagem, com pós-graduação em Saúde Pública, pai de dois filhos que amo, possuo pais, irmãos, amigos, que têm plena convicção da minha honestidade e integridade, e por isso, não aceito ser taxado pelo Governo do Estado como criminoso.
Informo ainda, que se lutar pelos direitos trabalhistas é um crime, isso “só pode ser na Bahia”. Tenho a plena certeza, que a verdade logo prevalecerá e tudo voltará à sua normalidade. Espero que haja sensatez nessa hora para resolver as questões dos policiais militares, negociando uma solução pacífica, não impondo de forma autoritária, pois já se percebe que a força nesse momento em nada resolve, apenas agrava mais a crise já estabelecida e que, ao invés de saná-la, tentou escondê-la. O pleito da categoria é legítimo, isso ninguém pode negar, é somente consultar a LEI 7.145/97 (http://www2.casacivil.ba.gov.br/nxt/gateway.dll/legsegov/leiord/leiordec1990/leiord1997/leiord1997ago/lo19977145.xml#art7). Nada disso teria acontecendo se o governo tivesse atendido o pleito da tropa no ano de 2009, ao invés de ignorar e sufocar aquele movimento reivindicatório intitulado MOVIMENTO POLICIA LEGAL.
Gostaria de tranqüilizar toda a sociedade Jequieense, parentes e amigos, que tudo será esclarecido o mais breve possível, ressaltando que todos nós, policiais militares, possuímos compromissos com esta cidade, pois também estamos inseridos nela. Não deixaremos sermos abatidos, e com senso e responsabilidade continuaremos esse movimento até chegar a um acordo pacífico entre a PM x Governo.
Juntos somos fortes, e unidos venceremos em nome de Jesus.

GILVAN SOUZA SANTANA - SD/PM
Postado no Blog de Reporter Tatu:

APPM JEQUIÉ:  ASSEMBLEIA DE HOJE  DIZ QUE  GREVE CONTINUA







Foi confirmado pelos Dirigentes da APPM Jequié que a Greve continua em todo o Estado da Bahia, inclusive nas Cidades que tem sido divulgado pelos canais de Rádio e TV sob a batuta do Governo do Estado que tenta de maneira truculenta desarticular a greve.
Orienta o Comando de Greve: "Precisamos fazer contatos através de  Vídeo Conferência para unificarmos discursos sem que sejamos monitorados e evitarmos a utilização indevida das possíveis gravações como as manipuladas pela Rede Globo de Televisão".



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.
Thank you very much for your visit. God bless you.
Большое спасибо за ваш визит. Да благословит вас Бог.
Vielen Dank für Ihren Besuch. Gott segne dich.