WEB RÁDIO JESUS A VIDA

quinta-feira, 23 de junho de 2011

"NÃO HAVENDO SÁBIA LIDERANÇA O POVO SE CORROMPE II"

Sabedoria...

Sem sombra de dúvida estamos na era do conhecimento, da informação e da tecnologia. A ciência experimental desenvolveu-se de modo assustador. É o que profeta Daniel denomina de “multiplicação da ciência” (Dn 12.4). Mas embora este seja o século do conhecimento, paradoxalmente não é o da sabedoria. Uma evidencia disso é o avanço da ciência educacional nos últimos tempos encontra partida com o descaso pelas coisas relevantes, pelo respeito a si mesmo e ao próximo. A escola que deveria ser um lugar da mais pura educação aumenta-se a violência e a frustração dos educadores. Não há mais amor pela sabedoria, o que existe na verdade é um mercantilismo de troca de informação e de alguns conhecimentos necessários para manipular alguma área da ciência ou da tecnologia com a finalidade simplesmente capitalista ou até mesmo por uma questão de sobrevivência.

Os mais cultos não necessariamente os mais sábios. Os que têm muita informação não significa dizer que tenha formação. Pois há homens e mulheres que não obtiveram acesso a uma educação formal e são sábios. Em contra partida há homens e mulheres cultíssimos que em nada diferencia dos tolos.  Mas o líder cristão, sem menosprezar a ciência e a tecnologia, precisa continuar buscando diligentemente a sabedoria. O sábio Salomão, rei do antigo Israel, nos incentiva a adquirir a sabedoria com todo que possuímos. Veja suas palavras: “O princípio da sabedoria é: Adquire a sabedoria; sim, com tudo que possuís, adquire o entendimento. Estima-a, e ela te exaltará; se abraçares, ela te honrará; dará a tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará”.

Antes de dizer como adquirir sabedoria, faz-se necessário saber o que é sabedoria?

Muita gente confunde sabedoria com inteligência, astucia ou esperteza. De acordo com o teólogo Claudionor de Andrade, na ótica bíblica, sabedoria é a forma como vivemos, agimos e reagimos às circunstâncias; é o reflexo da natureza divina em nossa existência. Daí se percebe que a sabedoria não se limita ao cérebro, se traduz no modelo de vida, pois é a forma como vivemos e como agimos e reagimos ante as circunstâncias. Ela se relaciona com experiência, perícia, prudência, discrição, aptidão, verdade, piedade, praticidade, intimidade e conhecimento do divino. Para W. C. Taylor sabedoria “é o mais elevado dom intelectual, de compreensiva intuição nos caminhos e propósitos de Deus. Ainda pode ser considera como a desenvoltura que só os líderes espirituais possuem de resolver problemas sem deixar se arrastar pelas circunstâncias, pelas dificuldades e pela pressão do momento. Para o escritor sagrado, Tiago, essa sabedoria se revela pelo condigno proceder, em mansidão de espírito, sem inveja, sem espírito de amargura e sem sentimento de facção. Ainda, para o apóstolo Tiago, a sabedoria é primeiramente pura, depois pacífica, indulgente, tratável, de plena misericórdia, de bons frutos, imparcial e sem fingimento.

Para adquiri a essa sabedoria é preciso amar o livro da sabedoria – a Bíblia. É preciso ter o hábito de ler, ouvir e meditar na
 Palavra de Deus diuturnamente, pondo em prática seus eternos e absolutos princípios em todas as áreas da vida. Charles G. Finney, um dos maiores evangelistas influenciadores do século XIX, aconselha de modo contundente: “Faze da Bíblia teu Livro dos livros. Estuda-a muito de joelhos, esperando a iluminação divina”. Ela é a revelação escrita de Deus aos homens. Mas também é a revelação da própria natureza humana. O homem não consegue compreender a si mesmo, mesmo sendo este um desejo dos filósofos. Sócrates há muito tempo vaticinou conheça a ti mesmo.

Desde então essa tem sido à busca da filosofia e o tema predileto das ciências como psicologia, psicanálise, pedagogia, sociologia e tantas outras. No entanto nenhuma ciência conseguiu ainda explicar que de fato é o homem. Mas a Bíblia Sagrada nos mostra de modo sábio o homem e seus dilemas. Portanto, conhecer a Bíblia, significa em parte conhecer Deus e a natureza humana. Por isso que o Salmo 1º diz bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém nos caminhos dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor e na sua lei medita de dia e de noite.” Isso pode ser denominado de “teosofia”, ou seja: divina sabedoria.
Pr Joventino Barros Santana


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito agradecido pela sua visita. Deus o abençoe.
Thank you very much for your visit. God bless you.
Большое спасибо за ваш визит. Да благословит вас Бог.
Vielen Dank für Ihren Besuch. Gott segne dich.