WEB RÁDIO JESUS A VIDA

domingo, 18 de novembro de 2018

AS MAZELAS VÃO DURAR MUITOS ANOS, INFELIZMENTE.

O Brasil foi aparelhado para o socialismo/comunista baseado em pilares sustentáveis, como seja:


1- Doutrinação nas universidades;
2- Distribuição ajudas ao mais pobre, em vez de dar emprego/dignidade;
3- Imprensa com verbas;
4- Dinheiro da corrupção para eles e o Partido.

"Ganhamos, acabamos com o PT!"  Não...

Tire esse pensamento da cabeça agora!
O PT está caído, sim, mas está muito longe de deixar de ser uma ameaça.

Já se perguntou porque o pior candidato de um partido envolvido até o pescoço em corrupção, cujos principais líderes estão todos na cadeia, recebeu 44 milhões de votos?

A resposta é simples. Conquistamos a presidência, mas o PT e suas variáveis ainda dominam tudo que leva até lá.
A esquerda ainda detém enorme influência e poder. Jamais subestimem um grupo que ganhou 4 eleições, passou 13 anos com acesso a reservas quase infinitas de dinheiro e colocou seu pessoal em absolutamente TODAS as engrenagens da máquina estatal.

A esquerda ainda domina: meio acadêmico, meio artístico, meio cultural, movimentos sociais a grande parte do meio político.
A influência deles é tão grande, que me fizeram, praticamente o culpado da facada que levei.
Fizeram de uma matéria esdrúxula de jornal, sem provas, uma acusação que foi parar no TSE e ficou uma semana em destaque. Fizeram meus apoiadores se passarem por bárbaros descontrolados noticiando ataques claramente forjados.

Acham mesmo que eles perderam esse poder só por que não chegaram à Presidência?
Se não tivessem esse poder, teríamos ganho com 80% dos votos.
O povo sabia que não queria o PT, mas a destruição da minha imagem foi colocada em prática por todo o sistema.
Perdeu-se milhões de votos por conta de calúnias divulgadas pela esquerda com tamanha intensidade que faria Goebbels se sentir um estagiário na xerox do DCE.

Ganhei a eleição para Presidente,  mas a máquina está toda podre e comprometida. Não irá deixar-me governar e fazer as reformas que o País precisa, sem apoio de vocês.
Irão sabotar-me desde o primeiro dia.

Todas as mudanças na área econômica serão anunciadas pelo sistema como uma tentativa de prejudicar os pobres e retirar direitos do trabalhador.
Todas as mudanças na área social serão anunciadas como uma tentativa de assassinar LGBTs/Mulheres/Negros/Pobres/Nordestinos.
É assim que a esquerda joga.

Estou recebendo o Brasil no pior estado que um Presidente já recebeu, serei criticado pelos  acertos e massacrado pelos erros. Tentarei não errar.
O primeiro ano será bem difícil.
É preciso tomar o poder de influência da esquerda e devolvê-lo ao povo.
O povo tem que se informar por fatos e não por narrativas cuidadosamente construídas por intelectuais em universidades.

Voltarei ao assunto sobre onde estão instalados os inimigos e como desentocá-los.

Não há como acabar com a divisão no País, se não acabarmos com quem está nos dividindo.

Comemoremos a vitória, foi gigantesca. Mas não percamos a noção da realidade. Estamos só no começo.

*Jair Messias Bolsonaro*

sábado, 17 de novembro de 2018

IGREJAS NA VENEZUELA SÃO IMPEDIDAS DE DOAR ALIMENTOS À POPULAÇÃO

A ajuda humanitária vinda do exterior não está sendo aceita pelo Governo
por Cris Beloni

Cristãos oram pela Venezuela
Cristãos oram pela Venezuela. (Foto: Gospel News)
A Venezuela vem sofrendo uma grande queda desde 2014, com a escassez de alimentos, remédios e itens básicos. Organizações internacionais de direitos humanos alertam que a situação do país é muito grave. A catástrofe de dimensões incalculáveis já causa fome e desnutrição na nação.
As igrejas evangélicas não escapam dessa crise. Com os problemas humanitários, há cada vez menos cristãos frequentando os cultos. Ao mesmo tempo, há muitas organizações evangélicas internacionais querendo ajudar os venezuelanos com o envio de remédios e alimentos em grandes quantidades, mas encontram dificuldades impostas pelo governo. No mês passado, pastores foram presos por distribuírem bens de primeira necessidade.
Conforme amplamente documentado, milhares de venezuelanos estão deixando o país. Os que permanecem precisam lutar contra a fome, as doenças e a falta de recursos. A venda de alimentos é racionada e alguns itens como açúcar e papel higiênico, por exemplo, sumiram das prateleiras.
Além disso, a redução drástica do fornecimento de água, eletricidade e das unidades de transporte, dificulta a ida das pessoas à igreja. Sem contar que os pastores encontram dificuldades para adquirir terrenos e constituir seus templos, por conta de uma política que discrimina aqueles que não apoiam o regime de Nicolás Maduro.
Segundo o “Vice-ministério de Política Interior e Segurança Jurídica” do governo venezuelano, existem no país 15.017 igrejas evangélicas. Os católicos são maioria, mas somam apenas 247 igrejas, além de 93 fundações beneficentes e mais 142 congregações.
Cristianismo sufocado
As últimas notícias ilustram um cenário religioso ameaçado, já que o atual governo tem a tendência de se abrir mais para o Islã, por influência de parceiro do regime de Maduro, como Irã e Turquia.
A ajuda humanitária vinda do exterior nem sempre é aceita pelo governo. Depois que uma grande quantidade de remédios doada pela Cáritas, uma organização católica do Chile, foi confiscada, no ano passado, ninguém mais se atreve a correr riscos.
A Igreja como instituição tem exigido do Governo Nacional que tome as medidas econômicas necessárias e que abra um canal humanitário antes que se percam mais vidas.
Como os trabalhos sociais de todas as denominações na Venezuela foram afetados, tanto pela falta de doações por parte dos fieis, quando pela péssima fase que o país enfrenta, os cristãos venezuelanos intensificaram suas orações para que Deus mude a situação do país. Com informações Comibam
MATÉRIA RELACIONADA:

A fome na Ucrânia - um dos maiores crimes do estado foi esquecido
Estupefacientes 14,5 milhões de mortes


Postado do Blog Gospel Prime:


sexta-feira, 16 de novembro de 2018

PASTORES E MÚSICOS EXALTAM O NOME DE JESUS NA CASA BRANCA

Vídeo de evento na sede do poder dos EUA mostra como as coisas mudaram com Trump


por Jarbas Aragão



Reuniões de oração na Casa Branca, sede do governo dos Estados Unidos, são uma prática antiga. Contudo, durante os dois mandatos de Barack Obama, acabaram perdendo espaço em nome de uma agenda mais “inclusiva”. Com a eleição de Donald Trump e seu vice, Mike Pence, um evangélico comprometido, as coisas mudaram
Canção na Casa Branca
Canção na Casa Branca. (Foto: Reprodução / Twitter)
Nesta quarta-feira (14), num dos encontros da chamada “iniciativa de fé” isso ficou muito claro. Pastores e artistas cristãos de todo o país reuniram-se na Casa Branca para proclamar o nome de Jesus Cristo sobre o país.

Vídeos com trechos do encontro foram postados nas redes sociais e geraram uma onda de resposta positivas. Durante o período de adoração foram cantadas músicas conhecidas como “What A Beautiful Name”, da Hillsong.
O cantor gospel Tauren Wells, que estava na reunião, afirmou em seu perfil no Twitter: “Que privilégio declarar o nome de Jesus em adoração e oração hoje na Casa Branca. A igreja tem uma grande oportunidade de se levantar com graça e verdade nesta hora”.

A reação dos cristãos nas redes sociais mostra a alegria em verem o nome de Jesus ser exaltando num dos centros de poder mais influentes do mundo.
Entre os músicos conhecidos estavam Kari Jobe, Danny Gokey, Tauren Wells, We Are Messengers, Citizen Way, Sanctus Real e Newsboys.
A reunião também contou com um breve sermão de Paula White, líder da iniciativa de fé e considerada a conselheira espiritual da presidência.
Dominic Shabbon, do ministério de louvor da igreja Bethel, também comentou o evento. “Grandes coisas estão acontecendo, quer a mídia mostre ou não! Quero dizer que estou saindo de Washington, DC, animado, esperançoso e informado com a VERDADE. ”
No final, os presentes tiveram um momento de intercessão pelo país.


quinta-feira, 15 de novembro de 2018

FAMÍLIA PROCURA POR MOÇA DESAPARECIDA QUE TERIA EMBARCADO RUMO A JEQUIÉ

Solidariedade não faz mal à ninguém! Me ajude a compartilhar


JOILMA DE SOUZA REIS - DESAPARECIDA DE VALENÇA - BAHIA

Uma família de Valença (BA) está à procura de uma moça de 29 anos desaparecida desde a última sexta-feira 09 de novembro. Joilma de Souza Reis, moradora do bairro da Graça em Valença BA teria saído de casa por volta das 6h da manhã para trabalhar e não retornou.
Segundo sua irmã Josefa Reis, por volta das 6h30 foi constatada através das câmeras da Estação Rodoviária que ela embarcou com destino a Jequié. “Estou buscando informações de onde realmente ela possa está. Não sabemos o estado emocional que ela se encontra”.
Qualquer informação pode ser oferecida através do telefone: (75) 98857-2912 ou Polícia Militar 190

Postado do Blog de Marcos Cangussu:

Marcos Cangussu – Você sempre bem informado.

https://blogmarcoscangussu.com.br/familia-procura-por-moca-desaparecida-que-teria-embarcado-rumo-a-jequie/

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

PREFEITURA DE JEQUIÉ GERA PREJUÍZOS À FUNCIONÁRIOS E SINDICATO CONVOCA PARALISAÇÃO E EXPLICAÇÕES AO PREFEITO SÉRGIO DA GAMELEIRA

Sinserv anuncia paralização para a próxima segunda feira

Sinserv anuncia paralização para a próxima segunda feira
Os servidores municipais de Jequié tiveram uma triste surpresa ao receber o último salário, o pagamento veio a menor por conta da nova base cálculo na folha. As perdas variam a depender da vida funcional de cada trabalhador, há pessoas com prejuízo que chega a mais de três mil reais. Muitos foram notificados pelo Município para justificar as gratificação nos vencimentos. Por unanimidade foi aprovada uma paralisação das atividades, próxima segunda-feira (19). 

Haverá um ato em frente ao Prédio Sede, quando a categoria exigirá respostas ao Prefeito. O corpo jurídico do SINSERV também começa a se movimentar para atender os servidores prejudicados pelos descontos. Os plantões serão realizados na sede do sindicato, período da tarde (dias 12, 13 e 14). 

O Prefeito Sergio da Gameleira anunciou uma auditoria na folha de pagamento dos efetivos, segundo ele, concluindo com uma série de “irregularidades”. Procurado pelos sindicatos, o Prefeito não apresentou relatório da auditoria garantindo que nada seria retirado do servidor, sem antes comunicar e discutir com os representantes da categoria.

Fonte: ASCOM SINSERV.


Postado do Blog Júnior Mascote:


http://www.juniormascote.com.br/noticias/sinserv-anuncia-paraliza-o-para-a-pr-xima-segunda-feira/

A ARMA DE HITLER NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL FOI A PROPAGANDA DA MENTIRA E A DO PT - PARTIDO DAS TREVAS É A MESMA ARMA PAGA COM O DINHEIRO DOS SEUS IMPOSTOS PARA TE TRANSFORMAR EM UM "IDIOTA ÚTIL"

A Bahia é o Estado em que a Miséria teve o Crescimento mais rápido nos Últimos Quatro Anos, assumindo o Terceiro Lugar no Brasil...

Foto: Reprodução

A Bahia é o Estado em que a miséria teve o crescimento mais rápido nos últimos quatro anos. De acordo com um levantamento feito pela consultoria Tendências, divulgado pelo Valor Econômico, a proporção de famílias dobrou em quatro anos, de 4,8% em 2014 para 9,8% em 2017. Com isso, o Estado, que tem a maior população do Nordeste e a quarta maior do país, pulou da 12ª para a terceira posição no ranking.

De acordo com o Relatório de Informações sociais do Governo Federal, na Bahia, 2.983.015 famílias estavam inscritas no Cadastro Único do Bolsa Família em agosto de 2018. Desse total, 1.801.185 delas tem renda per capita familiar de até R$ 85.

Em todo o Brasil, a extrema pobreza cresceu durante a crise. Porém, foi na região Nordeste que essa piora foi mais intensa. Além da Bahia, Estados como Piauí e Sergipe viram dobrar ou quase dobrar o número de famílias vivendo na miséria. Na região Norte, o Acre foi o estado que teve a piora mais rápida nesses quatro anos.

Os dados, divulgado pelo Valor Econômico, apontam que das 27 unidades da federação, 25 tiveram piora da miséria entre 2014 e 2017. Desse número, nove estados atingiram um nível recorde no ano passado. A média nacional de pobreza extrema avançou de 3,2% em 2014 para 4,8% em 2017, maior patamar em pelo menos sete anos, conforme a pesquisa.

Dos Dez estados com o maior índice de famílias vivendo em situação de miséria no Brasil, Oito ficam no Nordeste. O critério de extrema pobreza utilizado pela consultoria considerou famílias com renda domiciliar per capita abaixo de R$ 85 no ano passado. Ele foi baseado no Plano Brasil Sem Miséria, definido por decreto em 2016 – referência do Bolsa Família.

Para o diretor da Tendência, Adriano Pitoli, em entrevista ao Valor Econômico, o crescimento da pobreza no Nordeste tem a ver com as particularidades da região e com a crise econômica do país, que afetou o emprego especialmente de setores com mão de obra de menor qualificação. Confira a matéria aqui

Informações do Valor Econômico


Postado do Blog Sertão Em Dia:

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

MBL ENTRA COM AÇÃO POPULAR NO SENADO PARA BARRAR REAJUSTE DE SALÁRIOS NO STF

(...) ele ironizou o “alto investimento” de R$ 1,8 bilhão para realização de eleições com votos impressos comparando o valor aos R$ 6 bilhões (...)


“Não podemos admitir a farra com dinheiro do cidadão”, disse
O advogado Rubinho Nunes, um dos coordenadores do MBL, Movimento Brasil Livre, entrou com uma ação popular no Senado Federal para barrar o reajuste salarial dos juízes do STF, Supremo Tribunal Federal, e da procuradora-geral da República, Raquel Dodge. O aumento foi aprovado pelo Senado e tem dividido a classe política sobre sua necessidade.
No seu perfil do Twitter, Nunes divulgou nesta quinta-feira (8) a distribuição da ação na Casa e agradeceu o apoio do advogado especialista em Direito Eleitoral Paulo Bueno. “Não podemos admitir a farra com dinheiro do cidadão”, disse.
O vereador Fernando Holiday, do DEM-SP, que é coordenador nacional do MBL, já havia criticado o reajuste. Em uma publicação na quarta (7), ele ironizou o “alto investimento” de R$ 1,8 bilhão para realização de eleições com votos impressos comparando o valor aos R$ 6 bilhões que estima serem necessários para custear os aumentos.
Em seu perfil oficial, o MBL publicou também uma nota de repúdio ao reajuste prometendo “não aceitar o aumento de salários” e cobrando o atual presidente, Michel Temer, do MDB. “Exigimos que Temer use o pouco tempo que resta de seu governo para lutar pelo projeto que foi eleito nas urnas: o fim dos privilégios em todo o país”, diz.


MATÉRIA RELACIONADA:

14 horas atrás - legislação proíbe que no período de 180 dias antes das eleições até o dia da posse dos candidatos eleitos haja aumento de remuneração ...

3 dias atrás - Reunião do plenário do STF em Brasília Foto: Dida Sampaio / Estadão. Uma campanha online contra o reajuste de 16,38% no salário dos ...









Postado do Portal Jovem Pan:

Resultado de imagem para logo jovem pan



https://jovempan.uol.com.br/noticias/politica/mbl-entra-com-acao-popular-no-senado-para-barrar-reajuste-de-salarios-no-stf.html